.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Livros

Trabalhos, textos sobre a Guerra do Ultramar ou livros

Elementos cedidos por um colaborador do portal UTW

 

Antonio Manuel Marques LopesJoão Gaspar Carrasqueira

 

António Manuel Marques Lopes – neste livro apresentado como "António Aiveca" –, nasceu em 08Mar1944 na Maternidade Magalhães Coutinho (Hospital de São José), em Lisboa.
Nas Oficinas de São José (Praça dos Prazeres, no bairro alfacinha de Campo de Ourique), fez os estudos primários.
Em seguida ingressou no Seminário, chegando em 1964 a professor de uma turma no Colégio dos Órfãos; mas «teve de deixar os padres» e inscreveu-se na Faculdade de Letras de Lisboa.
Em Jan66 foi incorporado na EPI-Mafra, onde concluiu o COM.
Em Jul66 classificado aspirante-a-oficial miliciano atirador de Infantaria e transferido para o RI1-Amadora.
Em 01Nov66 promovido a alferes miliciano e transferido para o RAL1-Sacavém.
Em 04Dez66 mobilizado para servir na Guiné e dois dias depois transferido para o GACA2-Torres Novas, onde o BArt1914 foi formado, sendo-lhe destinado o comando de um pelotão da CArt1690.
Em 23Fev67 seguiu para o RAC-Oeiras e dali ao CT-Serra da Carregueira, para a IAO.
Em 08Abr67 embarcou com o seu batalhão no NTT "Ana Mafalda", rumo a Bissau.
Em 15Abr67 desembarcou em Bissau e dois dias depois embarcou com a CArt1690 numa LDG até à localidade do Geba, subsector em 20Abr67 assumido por aquela subunidade.
Em 21Ago67, sendo adjunto do comandante da companhia, foi «ferido no itinerário do Geba para Banjara»; e no mesmo local e circunstância, morreu o capitão.
De Bafatá foi evacuado para o HM241-Bissau e após uma semana transferido com «problemas nos ouvidos» para o HMP-Estrela, onde apenas esteve uma noite; e o resto do tempo, em férias por Lisboa.
Em 01Mai68 mandado de volta ao teatro-de-operações da Guiné e colocado em Barro, onde ficou a comandar um pelotão balanta da CCac3-CTIG.
Em 03Mar69 regressou definitivamente à Metrópole.


- «Entre 1969 e 1974, os meus amigos e camaradas [...] dedicaram-se a acabar os seus cursos e, depois, à vida profissional, mantendo, embora, contactos entre si. Mas eu estive afastado deles durante esses anos, pois decidi afastar-me de qualquer actividade normal e pública, não os podendo contactar (é outra história que não cabe aqui). A seguir ao 25 de Abril, [...] nesses primeiros anos após a revolução, também eu andei afastado, devido ao meu empenhamento nessa fase.»
(A. Marques Lopes, Dez2007)

Em 30Set2010 coronel de infantaria reformado, deficiente das Forças Armadas – por ter sido «ferido em campanha, resultante da deflagração de uma mina que lhe causou rebentamento dos tímpanos» –, era sócio da ASMIR e da AOFA, e secretário da direcção da delegação do norte da A25A; e naquela data criou um blogue titulado "Coisas da Guiné". - clique no sublinhado que se segue:

[AntonioManuelMarquesLopes_Coisas-da-Guine].

 

O livro:

 

"Cabra-Cega – Do seminário para a guerra colonial"

 

título: "Cabra-Cega – Do seminário para a guerra colonial"
autor: João Gaspar Carrasqueira

editor: Chiado
1ªed. Lisboa, 16Abr2015
578 págs
pvp: 20€
dep.leg: PT-387661/15
ISBN: 989-51-3510-3

 

       

 

 

 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo