.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Livros

Trabalhos, textos sobre a Guerra do Ultramar ou livros

 

Joaquim de Matos Pinheiro

ex- Furriel Mil.º de Artilharia, do Pelotão de Artilharia Antiaérea 55, Angola, 1962/1964

 

Joaquim de Matos Pinheiro nasceu em Serpa e reside na Maia, depois de ter vivido em Lisboa, Luanda, São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Trofa.
Economista por formação e gestor por ofício, desenvolveu a sua actividade ao serviço de várias empresas, sem nunca descurar uma a sua ligação à comunicação social. Artigos seus estão dispersos por jornais e revistas nacionais e estrangeiros, tais como o diário O Primeiro de Janeiro, o mensário Elos ou o semanário O Progresso da Trofa, em Portugal; o semanário Mundo Português e o diário Estado de Minas, no Brasil; e os diários ABC e O Comércio, o mensário Prima e o semanário Notícia, em Luanda, entre outros.
Enquanto editor, dirigiu a Editorial Culturang, em Luanda, sob cuja chancela publicou importantes autores angolanos, com destaque para Ruy Duarte de Carvalho, Vasco de Lima Couto e Carlos Ervedosa.
Sempre empenhado na defesa dos valores da língua e da cultura portuguesas, fez parte do primeiro Conselho das Comunidades Portuguesas, após a criação deste órgão consultivo do Governo, tendo ocupado cargos de direcção em diversas associações cívicas e culturais.
Em prosa, Joaquim de Matos Pinheiro é autor de Memória de Um Tempo Claro, Manuel de Oliveira – um Português na Venezuela e No Centenário de Romain Rolland – Crónicas de Autores Portugueses (co-autor). Em poesia publicou as colectâneas África – Poemas e O Elo e a Corrente. Contos e artigos seus foram galardoados com diversos prémios literários, em Portugal e no exterior.

Fonte: http://www.edita-me.pt/author_info.php?author_id=81

 

 

«Memória de um tempo claro»

 

 

Título: «Memória de um tempo claro»

Autor: Joaquim de Matos Pinheiro

Editora: Nova Arrancada, 2000 

Nr. de páginas: 112 

ISBN: 9789728369415

Dimensões: 23,0 x 16,0 cm

Peso: 204g

Nº do Depósito Legal: PT 153064/00 

Assuntos: Angola, guerra colonial, 1961

CDU: 869.0-94 Pinheiro, Joaquim Matos

Cota: 0-8-179  BMC  482471

Tipo de documento: Texto impresso

País de publicação: PT Lisboa

 

A participação dos soldados portugueses nas campanhas militares de África, a partir de 1961, não foi a tragédia nacional de que certos sectores da sociedade portuguesa insistem em fazer-se eco.

Bem ao contrário, para as gerações de jovens que estiveram envolvidos nessas campanhas, certos de que respondiam a um imperativo nacional, a sua passagem por África, nomeadamente por Angola, foi um tempo de abertura ao conhecimento de novos mundos e de novas gentes, e a participação em enriquecedoras experiências de vida e de solidariedade, que de outro modo não teria acontecido.

É dessas vivências e das circunstâncias em que elas tiveram lugar que se ocupa este livro, em cujas páginas o autor, a partir da sua experiência pessoal, e a propósito de um hipotético encontro de confraternização com os seus antigos companheiros de armas, três décadas depois, recupera os mais marcantes episódios de uma comissão de serviço militar em Angola, e partilha com o leitor - mais do que com os seus velhos amigos do tempo da guerra - as suas memórias de um tempo claro.

 

Fonte: http://openlibrary.org/works/OL12883336W/MEM%C3%93RIA_DE_UM_TEMPO_CLARO_-%28EURO_9.95%29

 

 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo