.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Livros

Trabalhos, textos sobre a Guerra do Ultramar ou livros

 

 

Image3 Cópia

Image5

José Pinheiro da Silva 

 
José Pinheiro da Silva, nascido em Maiombe (Congo Belga), no dia 8 de Maio de 1924, filho de João Pinheiro da Silva e de Maria Boela.

 

Licenciado em Ciências Histórico-Filosóficas pela Universidade de Coimbra.

 

Foi Secretário Provincial de Educação de Angola (1964 – 1971).

 

«... A maior obra fê-la em Angola, como Secretário Provincial de Educação e membro do Governo Geral daquela Província Ultramarina. Seria uma tarefa exaustiva delinear aqui tudo o que Pinheiro da Silva fez por Angola. Saliento "apenas" a organização TOTAL do ensino, a gestão do território, a criação de estabelecimentos (inúmeros), a ordenação do corpo docente... Era incansável. Do gabinete, partia em serviço para se deslocar do norte ao sul de Angola. Estava sempre atento aos problemas que iam surgindo, nunca virava a cara quando lhe pediam ajuda e, graças a ele, milhares de jovens com parcos recursos financeiros tiveram oportunidade de estudar.

A tutela da Educação seria excessiva em trabalho para um homem comum. Mas, Pinheiro da Silva ainda tinha tempo e energia para ajudar noutras áreas. Os meus avós, que o conheceram pessoalmente enquanto se encontrava ao serviço do Governo Português, contaram-me que Pinheiro da Silva chegava a resolver problemas em instituições de saúde, na administração pública, na segurança do território... Só conhecia o verbo trabalhar... »,

in http://bazar.blogs.sapo.pt/15055.html

 

Faleceu, em Lisboa, no dia 18 de Fevereiro de 2010.


O livro

 

«Trincheiras de paz construídas em clima de guerra - Subsídios para a história da educação em Angola (1964 - 1971)»

 

 

capa Trincheiras de Paz construidas em clima de
título - TRINCHEIRAS DA PAZ CONSTRUÍDAS EM CLIMA DE GUERRA

 

Autor - José Pinheiro da Silva

Editora - NEOS

Ano - Lisboa 2010

Páginas - 502

Ilustrações -

 

Da contra-capa:

 

"É de um discurso proferido no Cubal pelo Dr. Morais Sarmento, professor secundário. foi na Biblioteca dos Serviços Culturais da jovem cidade subplanáltica, e a entusiástica oração terminou assim:

 

'Conseguiu V. Ex.ª, como governante, algo que é bem difícil atingir: conseguiu num clima de guerra construir trincheiras de paz. Conseguiu governar, vencendo e convencendo. conseguiu governar, amando e fazendo-se amar. Obrigado em nome de Angola, que o tem como filho ínclito. Obrigado em nome de Portugal. Obrigado em nome d todo um mundo, que tem ajudado a ser, efectivamente, melhor'."

 

Do ÍNDICE:

- Introdução;

- Uma actividade multifacetada;

- Visitas de estudos aos distritos de Nova Lisboa, Lobito e Benguela;

- A 'Batalha do Ensino' apreciada na imprensa de Luanda;

- Expansão das Escolas do Magistério Primário;

- Novas instalações da Escola de Artes e Ofícios de Vila Pereira d'Eça;

- Preparação de pessoal docente;

- Expansão do Ensino Primário a toda a Província;

- Mais de uma centena de Missões e Paróquias-Missões Católicas;

- Fundo Escolar;

- Secção de Contabilidade;

- 1970 - Um ano operoso em vários graus de ensino;

- Cultos;

- Instituições culturais;

- Comissão Provincial das Cantinas Escolares;

- Acção desenvolvida pela Inspecção Provincial de Educação;

- A Mocidade Portuguesa em Angola;

- Organização e estrutura da Mocidade Portuguesa Feminina;

- Livros & autores;

- "A vida e a obra da Mocidade Portuguesa Feminina";

- Bolsas de Estudo;

- Exemplo de iniciativa privada no campo da assistência a crianças pobres;

- Homenagem de despedida;

- Epílogo;

 

 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo