.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Livros

Trabalhos, textos sobre a Guerra do Ultramar ou livros

Imagens e restantes elementos cedidos por um

Veterano e pelo

Coronel de Artilharia Abranches Félix

Piçarra Mourão

Coronel Tirocinado na situação de Reserva

 

Jorge Manuel Piçarra Mourão nasceu em Abril de 1942, em Vila Viçosa.

Em 1959 concluiu no Liceu Nacional de Évora o ciclo liceal e ingressou na Academia Militar, onde em 1962 terminou o curso da Arma de Artilharia.

Em Julho de 1965, com o posto de alferes foi mobilizado pelo RAC-Oeiras para a sua primeira comissão em África, embarcando em 20Jan66 rumo à Guiné como tenente comandante da CArt1525, desembarcando em 26Jan66 em Bissau.

Colocado em 04Fev66 em Mansoa, onde, com a sua subunidade independente recebeu a IAO, seguindo em 21Fev66 para Bissorã.

Em Dez66 foi promovido a capitão e em em 26Set67 agraciado com a Cruz de Guerra de 1ª classe «porque, ao longo de toda a sua comissão militar, tem tomado parte em numeríssimas operações, quase sempre com contacto, comandando a sua Companhia com muita competência, muita determinação, muita ponderação, muita inteligência e muito senso [...], sendo bem digno de ser apontado como um valor muito positivo entre os oficiais de um Exército que se bate corajosa, decidida e abnegadamente pelos ideais da Pátria e pela sobrevivência de Portugal em África».

Em 10Out67 recolheu com a sua CArt1525 a Bissau a fim de aguardar reembarque para Lisboa, o qual ocorreu 04Nov67.

Cumpriu outras duas comissões, ambas em Angola: capitão comandante da Btr2582/RAP3-Figueira da Foz (Set69-Out71 no Úcua); e major oficial de operações do BArt6322/73-RAL3 (Nov73-Set75 em M'Pupa, Fazenda Tentativa e Luanda).

Regressado à Metrópole, ficou colocado em Coimbra no QG-RMC onde, além de outras, desempenhou as funções de Chefe da Repartição de Informações e da Repartição de Operações.

Está habilitado com o Curso Geral de Estado-Maior e o Curso Superior de Comando e Direcção. Possui também o Curso de Defesa Nacional, do IDN.

Em Fev89 promovido a coronel e nomeado comandante do Regimento de Artilharia de Leiria, cargo desempenhado até 1991. Seguidamente, desempenhou as seguintes funções: Adjunto da DINFO (Divisão de Informações do EMGFA); chefe do Serviço de Justiça e Disciplina do Comando da RMC; 2º Comandante da Zona Militar da Madeira; Director de Ensino da Academia Militar; e Juiz-Presidente do TMT-Coimbra.

Actualmente, Coronel Tirocinado na situação de Reserva.

 

O livro:

«Da Guiné a Angola - O Fim do Império»

 

 

Da Guiné a Angola - O Fim do Império
Coronel Piçarra Mourão

Quarteto Editora
Colecção: Testemunhos (nº2)
1ª edição 2004
Capa mole
Dimensões 16x23cm
176 páginas
15.90 €

 

Sinopse:

"Da Guiné a Angola – O Fim do Império", como o título sugere e o conteúdo certifica, é um testemunho pessoal, vivo e directo do percurso de três comissões de serviço vividas na Guiné e em Angola (duas), respectivamente nos Comandos da Companhia de Artilharia 1525 (Bissorã), da Bateria de Artilharia 2582 (Úcua) e como Oficial de Operações do Batalhão de Artilharia 6322 (M’Pupa, Camabatela e Luanda).
Se no primeiro caso, Guiné Sempre! já traduziu a rica experiência que foram os combates e as incidências de uma luta e de uma vivência inesquecíveis, agora complementada nesta publicação com novas e oportunas revelações no âmbito do combate ao stress e no do apoio social, nas duas comissões seguintes foi possível comprovar não só a grandeza e as potencialidades de Angola, assim como a insustentável continuação daquela Guerra.
- «Em "Da Guiné a Angola" testemunho, assim, as particularidades e precaridades de uma outra Guerra, conduzida em território e em contexto bem diversos do anterior, na qual o nosso empenhamento foi sempre inquestionável, mas a que o discurso do anterior, na qual o nosso empenhamento foi sempre inquestionável, mas a que o discurso da História e os acontecimentos do 25 de Abril vieram por termo, em circunstâncias que vivemos com grande intensidade e dureza, e que conduziram à independência do colosso angolano e ao "Fim do Império" dito colonial!»
http://www.quarteto.pt/olivro/default.asp?PnIDLivro=303

 

 

Índice
Agradecimentos
Prefácio
I. Apresentação
II. Ainda a GUINÉ
A Vertente Social de uma Campanha
O Fenómeno do Stress
III. ANGOLA – O Primeiro Embate
Da Espera...
... à Terra...
... e à Guerra.
IV. Um Salto a LOURENÇO MARQUES
V. ANGOLA – O Princípio do Fim
Nas Terras do Fim do Mundo
Camabatela, a Bela!
Os Últimos Combates
A Alvorada ao Fim da Tarde...
VI. LUANDA, 25 de Abril
O Cenário
Uma Guerra Diferente
Os Movimentos entram em Acção
À descoberta do Sul
A Grande Capital
VII. O Final

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo