.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Condecorações

Agostinho Belmiro Dias de Magalhães Barros, Furriel Mil.º de Infantaria - Cruz de Guerra, de 4.ª Classe

 

HONRA E GLÓRIA

 

Agostinho Belmiro Dias de Magalhães Barros

 

Furriel Mil.º de Infantaria n.º 03686966

 

Companhia de Caçadores 2319

 

Batalhão de Caçadores 2836

 

Moçambique:

 

30Jan1968 a 14Fev1970

 

Cruz de Guerra, de 4.ª classe

 

 

Agostinho Belmiro Dias de Magalhães Barros, Furriel Mil.º de Infantaria n.º 03686966, natural de Lousada.

 

Mobilizado pelo Regimento de Infantaria 1 (RI1 - Amadora) para servir Portugal na Província Ultramarina de Moçambique integrado na Companhia de Caçadores 2319 (nota) do Batalhão de Caçadores 2836 «NADA POR NÓS, TUDO PELA PÁTRIA», no período de 30 de Janeiro de 1968 a 14 de Fevereiro de 1970.

 

 

(nota) - A CCaç 2319 desembarcou em Nacala. Foi colocada em Nantuego, onde rendeu a CCaç 1654/BCaç 1906.


A 01Ago68 permutando com a CCaç 2320, foi transferida de Nantuego para o Candulo. Guarneceu com 1 pelotão o destacamento de Chamba.


A 30Mar69, foi transferida, do Candulo para Mecula, por troca com a CCaç 2318. Guarneceu Mussoma com 1 pelotão.


De Fev68 a Set69, executou, entre outras, as operações: "Falcão Novo", "Falcão Sagaz", "Falcão Insistente", "Falcão Psico" (todas em regiões ao longo da margem S do rio Rovuma), "Falcão Morde" (entre as nascentes dos rios Chiulezi e Metapire), "Falcão Fado Corrido" (região da "Base Maguiguane") e "Falcão na Ilha" (Mucuavira). Participou nas operações "Falcão Zangado", "Bicharada I, II, e III" e "Bicharada Obediente".


Em Set69, foi rendida em Mecula, pela CCaç 2550/13Caç 2880 e transferida para Moatize, onde rendeu a CCav 1730/BCav 1923.


De Set69, até final da comissão, efectuou escoltas ao comboio e patrulhamentos. Participou na operação "Salada".


Foi rendida em Moatize (Fev70), pela CCaç 2359/BCaç 2842.

 

 

Cruz de Guerra, de 4.ª classe

 

 

 

Miliciano de Infantaria
AGOSTINHO BELMIRO DIAS DE MAGALHÃES BARROS

 

CCac 2319/BCac 2836 — RI 1
MOÇAMBIQUE
 

4.ª CLASSE
 

Transcrição do Despacho publicado na OE n.º 25 - 3.ª série, de 1969.
 

Agraciado com a Cruz de Guerra de 4.ª classe, nos termos do artigo 12.º do Regulamento da Medalha Militar, promulgado pelo Decreto n.º 35 667, de 28 de Maio de 1946, por despacho do Comandante-Chefe das Forças Armadas de Moçambique, de 25 de Junho findo, o Furriel Miliciano de Infantaria, Agostinho Belmiro Dias de Magalhães Barros, da Companhia de Caçadores 2319/Batalhão de Caçadores 2836 — Regimento de Infantaria n.º 1.
 

Transcrição do louvor que originou a condecoração.
(Publicado na OS n.º 14, de 19 de Fevereiro de 1969, do QG/RMM):
 

Que, por seu despacho de 04Fev69, louvou o Furriel Mil de Infantaria, n.º 03686966, Agostinho Belmiro Dias de Magalhães Barros, da Companhia de Caçadores n.º 2319/Batalhão de Caçadores n.º 2836, porque, no dia 04Nov68, pelas 22H30, reagiu com excepcional valentia, em face de um violento ataque desencadeado de surpresa, pelo inimigo, contra o aquartelamento do Candulo, com morteiros, "bazookas" e armas automáticas pesadas e ligeiras.


Assim, não hesitou em deslocar-se, por duas vezes, sob o fogo intenso do inimigo, que devassava toda a parada do aquartelamento, até aos postos de defesa periférica, percorrendo uma distância superior a cem metros, para aí colher informações preciosas sobre os objectivos a abater, o que lhe permitiu regular e ajustar o tiro do morteiro, alvejando o inimigo, com o que provocou, em grande parte, a sua fuga precipitada e o abandono no terreno de material de guerra de relativo valor.


Revelou este graduado excepcional desembaraço, serenidade e coragem debaixo de fogo e completa consciência de que o cumprimento da missão está acima do risco de vida que correu.


Da sua atitude generosa, que muito honra a Companhia de Caçadores n.º 2319 e o Batalhão de Caçadores n.º 2836, dependeu em grande parte o êxito da defesa do aquartelamento.
 


 

Jornal do Exército, ed. 165, de Set1973:

 

 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo