.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

 

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Falecimento

António Virgínio Blayer Soares, 2.º Sargento Mil.º 'Comando' n.º 47056761

 

 

Nota de óbito

Elementos cedidos por um colaborador do portal UTW

Foto gentilmente cedida por sua filha Paula Alexandre

 

Faleceu no dia 23 de Outubro de 2021, no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada (Açores) o veterano

 

Ant-nio-Virg-nio-Blayer-Soares-350

 

António Virgínio Blayer Soares

 

2.º Sargento Mil.º ´Comando' na situação de reforma

 

Angola: 04Dez1962 a Dez1965

 

Companhia de Caçadores 382
«ANTES MORRER LIVRES QUE EM PAZ SUJEITOS»

 

Centro de Instrução 16 (Quibala)

«AUDACES FORTUNA JUVAT»

 

Chefia da 2.ª equipa do

Grupo de Comandos 'Destemidos'

«AUDACES FORTUNA JUVAT»

 

Companhia de Instrução (3.º e 4.º Cursos de Comandos)

Centro de Instrução de Comandos

Região Militar de Angola

 

António Virgínio Blayer Soares, 2.º Sargento Miliciano ‘Comando’, n.º 47056761, na situação de reforma.


BII17Nasceu no dia 26 de Julho de 1940 na freguesia e concelho deVelas, Ilha de São Jorge, nos Açores.


CCac382Em 4 de Dezembro de 1962, tendo sido mobilizado pelo Batalhão Independente de Infantaria 17 (BII17 - Angra do Heroísmo) «ANTES MORRER LIVRES QUE EM PAZ SUJEITOS» para servir Portugal na Província Ultramarina de Angola, embarca em Lisboa RMA-1no NTT 'Uíge' rumo ao porto de Luanda, como Furriel Miliciano Atirador de Infantaria (n/m 47056761), integrado na Companhia de Caçadores Grafanil-vm-280382 (CCac382) «ANTES MORRER LIVRES QUE EM PAZ SUJEITOS» destinada ao reforço da guarnição normal da Região Militar de Angola (RMA) «CONSTANTE E FIEL» - «AO DURO SACRIFÍCIO SE OFERECE»;

BArt346
Em 17 de Dezembro de 1962 segue com a sua subunidade em coluna militar, do Grafanil até ao RAP2Negaje e dali para Sanza Pombo (em reforço ao dispositivo operacional do Batalhão de Artilharia 346 (BArt346) «BRAVOS E SEMPRE LEAIS» do Regimento de Artilharia Pesada 2 (RAP2));


BCac380Em meados de Maio de 1963 transferido para Tomboco com a sua subunidade, que fica agregada ao recém-desembarcado Batalhão de Caçadores 380 (BCac380) «FRONTEIROS DO ZAIRE» - BC5«SEMPRE AUDAZ» do Batalhão e Caçadores 5 (BC5) «MAIS ALTO E MAIS ALÉM»;


CI16-QuibalaEm 15 de Junho de 1963 inicia voluntariamente no Centro de Instrução 16 (CI16 – Quibala) «AUDACES FORTUNA JUVAT» um curso de comandos;

Cmds-o-primeiro-a-ser-utilizado-pelos-primeiros-Comandos
Em 25 de Setembro de 1963 qualificado na especialidade Destemidos'comando';


Em 4 de Outubro de 1963 assume a chefia da 2.ª equipa do Grupo de Comandos ‘Destemidos’ (GrCmds'Destemidos');


A partir de 1 de Setembro de 1964, tendo anteriormente prolongado voluntariamente por mais um ano a sua comissão CICmds-Angola-280militar, fica colocado no novo Centro de Instrução de Comandos (CIC) da Região Militar de Angola (RMA, como monitor do 3.º curso de comandos;


Em 9 de Junho de 1965 mantém-se integrado na Companhia de Instrução (CI) do Centro de Instrução de Comandos (CIC), como monitor do 4.º curso de comandos;


Em 30 de Novembro de 1965 cessa funções no Centro de Instrução de Comandos (CIC) da Região Militar de Angola (RMA);


No início de Dezembro de 1965 regressa aos Açores.


Faleceu na madrugada de 23 de Outubro de 2021 no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, como 2.º Sargento Miliciano 'Comando' na situação de reforma.


Ficou sepultado no cemitério municipal de São Joaquim (Ponta Delgada).


A sua Alma repousa em Paz.

 

 

 Ant-nio-Virg-nio-Blayer-Soares-850

 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo