.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

 

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Condecorações

Cherne Sissé, Furriel de Infantaria:

 

  "Pouco se fala hoje em dia nestas coisas mas é bom que para preservação do nosso orgulho como Portugueses, elas não se esqueçam"

 

Barata da Silva, Vice-Comodoro

 

HONRA E GLÓRIA

Fontes:

5.º Volume, Tomo I, pág. 114, da RHMCA / CECA / EME

5.º Volume, Tomo IV, pág. 233, da RHMCA / CECA / EME

 Elementos cedidos por um colaborador do portal UTW

 

Cherne Sissé

 

Furriel de Infantaria

 

Furriel-Cherne-Siss-350

 Condecora-es-350

 

 

Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito, grau Cavaleiro

 

Cruz de Guerra de 4.ª classe

 

Medalha de Promoção por Distinção

 

 

 

 

CTIGCherne Sissé, 1.º Cabo de Infantaria, de etnia mandinga, desde Dezembro de 1964 colocado em Farim como CArt1525comandante de pelotão da 5.ª Companhia de Milícias do Comando Territorial Independente da Guiné (CTIG) «A LEI DA VIDA ETERNA DILATANDO» - CORAGEM E LEALDADE»;

 

Em Fevereiro de 1966 transferido para Bissorã integrado num pelotão da Companhia de Artilharia 1525 (CArt1525) «FALCÕES DE CCac1585BISSORû - «MAIS ALTO E MAIS ALÉM» e a partir de BCac1887-RONCOSNovembro de 1966, prestando apoio também à Companhia de Caçadores 1585 (CCac1585) «EXCELENTE E VALOROSA» - «ALIA JACTA EST», regressou a Farim onde ficou integrado no grupo especial de combate "OS RONCOS" do BCac1887Batalhão de Caçadores 1887 (BCac1887) «AUDÁCIA FIRMEZA LEALDADE».
 

Louvado e agraciado com a Cruz de Guerra de 4.ª classe, publicado na Ordem de Serviço n.º 01, de 05 de Janeiro de 1967, do Quartel General do Comando Territorial Independente da Guiné e Ordem do Exército n.º 11 - 3.ª série, de 1967.


BCac2879Furriel de Infantaria, promovido por distinção, comandante do Grupo Especial de Combate "OS RONCOS", transitado do Batalhão de Caçadores 1887 (BCac1887) «AUDÁCIA FIRMEZA LEALDADE» para o sucedâneo Batalhão de Caçadores 2879 (BCac2879) «EXECELENTE E VALOROSO».

 

Agraciado com o grau de Cavaleiro da Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito - Alvará de concessão de 3 de Junho de 1970, publicado na Ordem do Exército n.º 20 - 3.ª série, de 1970 e no  Diário do Governo, n.º 151, II Série, de 1 de Julho de 1970

 

Cruz de Guerra de 4.ª classe

 

CG-4-Classe-cz1.° Cabo de Infantaria, n.º 108/56
CHERNE SISSÉ
 

CCS/BCac1887 - CTIG
GUINÉ


4.ª CLASSE


Transcrição do Despacho publicado na OE n.º 11 - 3.ª série, de 1967.


Agraciado com a Cruz de Guerra de 4.ª classe, nos termos do artigo 12.º do Regulamento da Medalha Militar, promulgado pelo Decreto n.º 35 667, de 28 de Maio de 1946, por despacho do Comandante-Chefe das Forças Armadas da Guiné, de 01 de Março de 1967:


O 1.º Cabo n.º 108/56, Cherne Sissé, do Grupo de Comandos "Roncos", do Batalhão de Caçadores n.º 1887 — Comando Territorial Independente da Guiné.


Transcrição do louvor que originou a condecoração.


(Publicado na OS n.º 01, de 05 de Janeiro de 1967, do QG/CTIG):


Por seu despacho de 3 de Janeiro de 1967, considerou como sendo dado por si, o seguinte louvor constante do artigo 3.º da OS n.º 29, de 28 de Dezembro de 1966, do Comando do Agrupamento n.º 1976, que se transcreve:


Que, por proposta do Sr. Comandante do Batalhão de Caçadores 1887, louvo o 1.º Cabo n.º 108/56, em serviço no Grupo Comandos "Os Roncos", Cherne Chissé, porque no dia 7 de Dezembro de 1966, ao efectuar-se a transposição de um curso de água, no regresso de uma operação, quando a última fracção efectuava a "cambança" em pequenos barcos e o inimigo desencadeou uma emboscada com grande intensidade de fogo, o 1.º Cabo Chissé avançou a peito descoberto e com uma bazooka e com mais alguns poucos elementos, cobriu o final da transposição, obrigando o inimigo, com a sua acção firme e corajosa, a abandonar as posições e a bater em retirada com algumas baixas.

 

Posteriormente promovido a Furriel, foi condecorado, em 1970, com o grau de Cavaleiro da Ordem Militar da Torre e Espada do Valor, Lealdade e Mérito (5.º Volume — Tomo I).

 

--------------------

 

Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito, grau Cavaleiro

 

Torre-e-Espada-OficialFurriel de Infantaria
CHERNE SISSÉ
 

GUINÉ


Grau: Cavaleiro


Transcrição do Alvará publicado na OE n.º 20 - 3.ª série, de 1970:


Presidência da República

 
Chancelaria das Ordens Portuguesas


Alvará de concessão de 3 de Junho de 1970:


Torre-e-Espada-Grau-Cavaleiro-ColarConsiderando de justiça distinguir o Furriel Cherne Sissé que, por mais de uma vez, ganhou jus a condecorações por acções em campanha desde 1961;


Considerando que na prática de feitos em combate na Guiné revelou personalidade em cujo carácter estão vincados o valor, a lealdade e o mérito;


Américo Deus Rodrigues Thomaz, Presidente da República e Grão-Mestre das Ordens Honoríficas Portuguesas, faz saber que, nos termos do Decreto-Lei n.º 44 721, de 24 de Novembro de 1962, confere ao Furriel Cherne Sissé, sob proposta do Presidente do Conselho, o grau de Cavaleiro da Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito.


(Publicado no Diário do Governo, n.º 151, II Série, de 1 de Julho de 1970).

 

 

 Condecora-es-850

     


 Furriel-Cherne-Siss-920

 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo