.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

 

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Falecimento

Chung Su Sing, Coronel de Infantaria 'Comando'

 

"Pouco se fala hoje em dia nestas coisas mas é bom que para preservação do nosso orgulho como Portugueses, elas não se esqueçam"

 

Barata da Silva, Vice-Comodoro

 

HONRA E GLÓRIA

e

nota de óbito

Elementos cedidos por um colaborador do portal UTW

 

Faleceu no dia 27 de Janeiro de 2022 o veterano

 

 

Chung-Su-Ching-foto-350Chung Su Sing

 

Coronel de Infantaria 'Comando' na situação de reforma

 

Angola: 1966 a 1969

 

Comandante de Grupo de Combate da

6.ª Companhia de Comandos

«AUDACES FORTUNA JUVAT»

 

Comandante da

6.ª Companhia de Comandos

«AUDACES FORTUNA JUVAT»

 

Cruz-de-Guerra-2c-Merito-militar-3cInstrutor dos 11.º, 14.º e 15.º cursos de comandos do

Centro de Instrução de Comandos

«A SORTE PROTEGE OS AUDAZES»

Região Militar de Angola

«CONSTANTE E FIEL» - «AO DURO SACRIFÍCIO SE OFERECE»

 

Cruz de Guerra de 2.ª classe

 

Medalha de Mérito Militar de 3.ª classe

 

 

 

Chung Su Sing, Coronel de Infantaria 'Comando, na situação de reforma.


Nasceu na Província Ultramarina de Timor, no dia 6 de Novembro de 1935, filho de pais naturais da Província Ultramarina de Macau.


RAP1Em 3 de Novembro de 1960, Alferes Miliciano de Artilharia colocado no Regimento de Artilharia Pesada 1 (RAP1 – Sacavém), a seu pedido transferido para o RAL1Regimento de Artilharia Ligeira 1 (RAL1 - Sacavém) «EM PERIGOS E GUERRAS ESFORÇADOS»;


Em 1 de Dezembro de 1962 promovido a Tenente Miliciano;


03-AMEm 1 de Outubro de EPI1964, entretanto aluno finalista do curso de infantaria da Academia Militar (AM) «DULCE ET DECORUM EST PRO PATRIA MORI», colocado na Escola Prática de Infantaria (EPI - Mafra) «AD UNUM» para efeitos de tirocínio;


RMA-gr-vm-280Em 1 de Novembro de 1965, Aspirante-a-Oficial de Infantaria n/m 31425156, promovido a Alferes do Quadro de Infantaria (com antiguidade a 1 de Agosto de 1965);


Em 21 de Junho de 1966 mobilizado pela Escola Prática de Infantaria (EPI - Mafra) «AD UNUM» para servir CICmdsPortugal na Província Ultramarina de Angola;


Em 30 de Setembro de 1966 conclui no Centro de Instrução de Comandos (CIC) «A SORTE PROTEGE OS AUDAZES» da Região Militar de Angola (RMA) «CONSTANTE E FIEL» - «AO DURO SACRIFÍCIO SE OFERECE» o 5.º curso de comandos, sendo-lhe 6-CCmds-RMAatribuído o comando de um dos grupos de combate da 6.ª Companhia de Comandos (6ªCCmds) «AUDACES FORTUNA JUVAT»;


Em 17 de Maio de 1967 promovido a Tenente (com antiguidade a 1 de Dezembro de 1966);


Em 30 de Agosto de 1967 assume o comando da 6.ª Companhia de Comandos (6ªCCmds) «AUDACES FORTUNA JUVAT»;


CICmdsDe Janeiro a Março de 1968 instrutor da 2.ª fase do Curso de Oficiais Milicianos (COM) ministrado no Centro de Instrução de Comandos (CIC) «A SORTE PROTEGE OS AUDAZES» da Região Militar de Angola (RMA) «CONSTANTE E FIEL» - «AO DURO SACRIFÍCIO SE OFERECE»;


De 18 de Abril a 24 de Julho de 1968 mantém-se na Companhia de Instrução (CI) do Centro de Instrução de Comandos (CIC) como instrutor do 11.º curso de comandos;


Em 1 de Setembro de 1968 promovido a Capitão;


Em 24 de Janeiro de 1969 regressa à Companhia de Instrução (CI) do Centro de Instrução de Comandos (CIC) como instrutor no 14.º curso de comandos;


Em 25 de Março de 1969 agraciado com a Cruz de Guerra de 2.ª classe:


Cruz-de-Guerra-de-2-classeCapitão de Infantaria, Comando
CHUNG SU SING
 

6ªCCmds / CICmds - RMA
ANGOLA


2.ª CLASSE


Transcrição da Portaria publicada na Ordem do Exército n.º 7 – 2.ª série, de 1969.


Por Portaria de 25 de Março de 1969:


Condecorado com a Cruz de Guerra de 2.ª classe, ao abrigo dos artigos 9.º e 10.º do Regulamento da Medalha Militar, de 28 de Maio de 1946, por serviços prestados em acções de combate na Província de Angola, o Capitão de Infantaria, Chung Su Sing, da 6.ª Companhia de Comandos / Centro de Instrução de Comandos - Região Militar de Angola.


Transcrição do louvor que originou a condecoração.


(Publicado na Ordem de Serviço n.º 3, de 14 de Fevereiro de 1969, do Comando-Chefe das Forças Armadas de Angola):


Por proposta do General Comandante da Região Militar de Angola, louva, o Capitão de Infantaria, Chung Su Sing, da 6.ª Companhia de Comandos / Centro de Instrução de Comandos desta Região, porque ao longo de vinte e cinco meses de actividade operacional, demonstrou possuir o mais inteiro sentido Chung-Su-Ching-foto-mato-350de missão, extraordinárias qualidades de chefia, invulgar coragem física e moral, e uma competência profissional que o creditam como oficial de invulgares dotes.


Ainda subalterno, como comandante de um Grupo de Combate, demonstrou qualidades inegualáveis de decisão, coragem e sangue-frio, especialmente em situações de maior perigo e sob o fogo inimigo. É de destacar a sua acção na operação "Rio Grande", em que, durante um deslocamento auto para a zona de operações, caiu numa emboscada e, tendo ficado com a sua equipa na zona de morte, tendo então, com rara calma e aptidão, abatido dois elementos a quem capturou as espingardas Simonov de que estavam armados.


Depois, durante mais 14 meses, no Comando da 6.ª Companhia de Comandos, em várias operações, confirmou os invulgares dotes de combatente, grande capacidade de sacrifício, voluntariedade, modéstia nas suas exteriorizações, galvanizando os homens com o seu exemplo, agressividade e capacidade, constituindo um exemplo vivo e actuante das virtudes militares.


Por tudo o que ficou referido, o Capitão Chung ganhou por seus méritos, e frente ao inimigo, o direito de ser apontado entre aqueles que melhor honram e servem a Pátria.


Em 4 de Maio de 1969 integra a Companhia de Instrução (CI) do Centro de Instrução de Comandos (CIC) como instrutor no 15.º curso de comandos;

03-AM
Em 13 de Agosto de 1969 cessa funções na Companhia de Instrução (CI) do Centro de Instrução de Comandos RCmds-Portugal(CIC);


Em 8 de Setembro de 1969 regressa à Metrópole, ficando colocado na Academia Militar (AM) «DULCE ET DECORUM EST PRO PATRIA MORI»;

Medalha-de-M-rito-Militar-220
Em 24 de Outubro de 1969 nomeado comandante de Companhia do Corpo de Alunos da Academia Militar;


Em 27 de Novembro de 1970 agraciado com a Medalha de Mérito Militar de 3ª classe.


Em 1975 colocado no Regimento de Comandos (RCmds – Amadora) «A SORTE PROTEGE OS AUDAZES» como comandante da 1.ª Companhia de Instrução.


Faleceu no dia 27 de Janeiro de 2022, como Coronel de Infantaria 'Comando' na situação de reforma.


A sua Alma repousa em Paz.

 

 

 Chung-Su-Ching-foto-920

 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo