.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Condecorações

Cipriano António de Jesus Patrício, 1.º Cabo de Cavalaria - Cruz de Guerra, 4.ª classe

 

HONRA E GLÓRIA

 

 

Cipriano António de Jesus Patrício

 

Cipriano António de Jesus Patrício, Soldado de Cavalaria Apontador de Morteiro, natural da freguesia e concelho de Vendas Novas (Alto Alentejo).

 

Mobilizado pelo Regimento de Cavalaria 7 (RC7 - Lisboa) para servir Portugal na Província Ultramarina da Guiné integrado na Companhia de Cavalaria 1484 «QUO TOTA VOCANT», no período de 26 de Outubro de 1965 a 27 de Julho de 1967

 

Cruz de Guerra, 4.ª classe

 

 

Transcrição do Despacho publicado na OE n.º 30 - 3.ª série, de 1967.

 

Agraciado com a Cruz de Guerra de 4.ª classe, nos termos do art.º 12.º do Regulamento da Medalha Militar, promulgado pelo Dec. n.º 35 667, de 28 de Maio de 1946, por despacho do Comandante-Chefe das Forças Armadas da Guiné, de 25 de Setembro de 1967:

 

O 1° Cabo n.º 7193765, Cipriano António de Jesus Patrício, da Companhia de Cavalaria n.º 1484/Batalhão de Artilharia n.º 1913 - RC 7.

 

Transcrição do louvor que originou a condecoração.

(Publicado na OS n.º 32, de 20 de Julho de 1967, do QG/CTIG):

 

Louvo o 1.º Cabo Atir. n.º 547/65 (7193765), Cipriano António de Jesus Patrício, da CCav 1484, do RC 7, pelas suas brilhantes e valorosas actuações em combate, nomeadamente nas Operações "Penacho II", "Pirilampo", "Soluço I" e "Fabíola", em que jamais hesitou em arriscar a vida para colocar o morteiro de que é apontador nas posições mais descobertas e convenientes à sua utilização.

 

A sua decisão, a sua coragem, agressividade e desprezo pelo perigo, irrefutavelmente demonstradas no decorrer destas Operações, apontam-no como um elemento de valor que deve ser indicado como exemplo de coragem e alto espírito militar.

 

 

 

Identificação e Síntese da Actividade Operacional

 

Companhia de Cavalaria n.° 1484

 

Identificação: CCav 1484

 

Unidade Mob: RC 7 — Lisboa

Cmdt: Cap Cav Rui Manuel Soares Pessoa de Amorim

Divisa: "Quo Tota Vocant"

Partida: Embarque em 200ut65; desembarque em 260ut65

Regresso: Embarque em 27Jul67

 

Síntese da Actividade Operacional

 

Em 260ut65, substituiu a CArt 565 no subsector de Nhacra, com um pelotão destacado em Safim, ficando integrada no dispositivo do BCaç 1857, com vista à segurança e protecção das instalações e das populações da área. De 01 a 08Nov65, reforçou ainda o BArt 645, para adaptação operacional na região de Mansoa. Em 06Jun66, foi transferida para Catió, onde substituiu a CCaç 728, na função de intervenção e reserva do BCaç 1858 e depois do BArt 1913, tendo tomado parte em diversas operações nas regiões de Mato Farroba, Cabedú, Cabolol e Cansalá, entre outras. Realizou patrulhamentos, escoltas e emboscadas nas regiões de Cufar, Canjola e outras e tendo ainda destacado pelotões, por períodos variáveis, para reforço de outras guarnições do sector.

 

De 16Ju166 a 08Set66 e de 12 a 27Nov66, foi deslocada, temporariamente, para os subsectores de Cachil e Cufar, a fim de substituir a CCaç 726 e CCaç 763 até à chegada e final da adaptação operacional das CCaç 1587 e CCaç 1621, respectivamente, regressando a Catió por fracções.

 

A partir de 26Abr67, manteve um pelotão destacado em Cachil, em reforço das guarnições locais, assegurando no subsector de Cachil a adaptação operacional da CArt 1689, a partir de 02Mai67.

 

Em 19Ju167, foi substituída em Catió pela CArt 1689 e recolheu a Bissau, a fim de efectuar o embarque de regresso.

 

 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo