.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Condecorações

Domingos da Assunção de Sousa Lima Viegas, Furriel Mil.º de Infantaria: Cruz de Guerra, de 4.ª classe

 

HONRA E GLÓRIA

Fontes:

5.º Volume, Tomo V, pág. 456, da RHMCA / CECA / EME

Jornal do Exército, ed. 119, pág. 24, de Nov1969

 

Domingos da Assunção de Sousa Lima Viegas

 

Furriel Mil.º de Infantaria

 

Regimento de Infantaria 21, da Região Militar de Angola

«USQUE AD ULTIMUM»

 

Adido à:

 

Companhia de Artilharia 1768

 

Batalhão de Artilharia 1925

«HONRA E DEVER»

 

Angola: 22Out1967 a 06Dez1969

 

Cruz de Guerra, de 4.ª classe

 

Prémio 'Governador'

 

 

Domingos da Assunção de Sousa Lima Viegas, Furriel Mil.º de Infantaria.

 

Mobilizado pelo Regimento de Infantaria 21 (RI21) da Região Militar de Angola (RMA) para servir Portugal naquela Província Ultramarina, ficando adido à Companhia de Artilharia 1768 do Batalhão de Artilharia 1925 «HONRA E DEVER».

 

 

 

Cruz de Guerra, de 4.ª classe

 

 

Furriel Miliciano de Infantaria
DOMINGOS DA ASSUNÇÃO DE SOUSA LIMA VIEGAS
 

RI21 - RMA
ANGOLA
 

4.ª CLASSE
 

Transcrição do Despacho publicado na OE n.º 17 - 3.ª série, de 1969.
 

Agraciado com a Cruz de Guerra de 4.ª classe, nos termos do artigo 12.º do Regulamento da Medalha Militar, promulgado pelo Decreto n.º 35 667, de 28 de Maio de 1946, por despacho do Comandante-Chefe das Forças Armadas de Angola, de 08 de Maio de 1969:
 

O Furriel Miliciano de Infantaria, Domingos da Assunção de Sousa Lima Viegas, do Regimento de Infantaria n.º 21 - RMA (Região Militar de Angola).
 

Transcrição do louvor que originou a condecoração.
(Publicado na OS n.º 21, de 12 de Março de 1969, do QG/RMA):
 

Louvado o Furriel Mil.º de Infantaria, Domingos da Assunção de Sousa Lima Viegas, do Regimento de Infantaria 21 (RI21), adido à Companhia de Artilharia 1768 do Batalhão de Artilharia 1925 (CArt1768/BArt 1925), por se ter revelado como graduado de invulgares qualidades e de elevada competência em várias acções em que tem tomado parte.


A ele se ficou devendo a fuga precipitada do In (inimigo), na sequência de uma emboscada contra as NT (Nossas Tropas), em virtude da decisão com que iniciou o envolvimento, após o pessoal da viatura da testa, entre o qual havia dois feridos graves, ter ficado praticamente imobilizado limitando a sua acção a deter o In (inimigo).


Durante outra acção, foi também devido à decisão com que abriu fogo que se conseguiu abortar uma emboscada montada pelo In (inimigo), e ainda em mais duas acções, em curto intervalo de tempo, voltou a salientar-se pela sua extraordinária valentia, vasta gama de conhecimentos e grande intuição para este género de combate. Numa delas, no comando da sua Secção, indiferente ao fogo intenso, conseguiu levar o seu pessoal até junto de feridos graves caídos no meio da chana e transportá-los para local mais abrigado, demonstrando invulgar coragem e abnegação.

 

Em face de tal comportamento, o Furriel Viegas conquistou a mais alta consideração dos seus superiores, sendo merecedor de ser apontado como exemplo de militar destemido.
 

-----------------------------------------------------------------

 

Jornal do Exército, ed. 119, de Novembro de 1969

 

 

 

 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo