.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Condecorações

HONRA E GLÓRIA: João Augusto Alves Pécurto, 1.º Cabo de Artilharia, da CArt2632/BArt2898: Medalha de Mérito Militar de 4.ª classe e Prémio Governador

 

HONRA E GLÓRIA

Fontes:

7.º Volume, Tomo III, Livro 1, pág.s 338 e 340, da RHMCA / CECA / EME

Jornal do Exército, ed. 132, pág. 64, de Dez1970

Jornal do Exército, ed. 138, pág. 68, de Jul1971

 

 

 

João Augusto Alves Pécurto

 

1.º Cabo de Artilharia, n.º 10737168

 

Companhia de Artilharia 2632

 

Batalhão de Artilharia 2898

 

«UNIDOS VENCEREMOS»

 

Moçambique:

21Nov1969 a 11Nov1971

 

Medalha de Mérito Militar de 4.ª classe

 

Prémio 'Governador'

 

João Augusto Alves Pécurto, 1.º Cabo de Artilharia, n.º 10737168, natural da freguesia de Matriz, concelho de Borba, distrito de Évora.

 

Mobilizado pelo Grupo de Artilharia Contra Aeronaves 2 (GACA2 - Torres Novas) para servir Portugal na Província Ultramarina de Moçambique integrado na Companhia de Artilharia 2632 (nota) do Batalhão de  Artilharia 2898 «UNIDOS VENCEREMOS», no período de 21 de Novembro de 1969 a 11 de Novembro de 1971.

 

Medalha de Mérito Militar, de 4.ª classe

Prémio 'Governador'

 

 

1.º Cabo de Artilharia, n.º 10737168

João Augusto Alves Pécurto

 

CArt2632/BArt2898 - GACA2

Moçambique

Medalha de Mérito Militar, de 4.ª classe

Prémio 'Governador'

 

Louvado porque, após o rebentamento de uma mina anticarro que destruiu uma viatura da coluna em que seguia, se destacou pela calma, presença de espírito e actividade, socorrendo, com risco da própria vida, camaradas envolvidos em chamas e retirando-os oportunamente da zona crítica com muito sangue-frio e espírito de sacrifício.


De salientar ainda a sua competência profissional, comprovada pelos tratamentos que fez no local, tratamentos esses que foram elogiados pelo médico do seu batalhão.


Constituindo a sua actuação um exemplo para quantos a presenciaram, o que multo apraz registar, tornou-se credor de agradecimento e consideração de camaradas e superiores.

 

----------------------------------------------------------------

Jornal do Exército, ed. 132, pág. 64, de Dez1970

 

 

----------------------------------------------------------------

Jornal do Exército, ed. 138, pág. 68, de Jul1971

 

 

----------------------------------------------------------------

 

(nota)

 

Companhia de Artilharia 2632 do Batalhão de Artilharia 2898

 

Unidade Mobilizadora: Grupo de Artilharia Contra Aeronaves 2 (GACA2 - Torres Novas)

 

Comandantes:

Capitão Mil.º Claudino Trinta Ribeiro

Capitão Mil.º Jaime Dias Rodrigues da Cunha

 

Divisa:

«UNIDOS VENCEREMOS»

 

Partida:

Embarque, no NTT «Vera Cruz», no dia 31 de Outubro de 1969; Desembarque no dia 21 de Novembro de 1969

 

Regresso:

Embarque, em navio, no dia 11 de Novembro de 1971

 

 

Síntese da Actividade Operacional:

 

A Companhia de Artilharia 2632 desembarcou em Nacala.

 

Colocada em Valadim, rendeu a Companhia de Artilharia 2372 do Batalhão de Artilharia 2847.

 

Guarneceu com um pelotão, os destacamentos de Milepa e Luatize, este último até 23 de Fevereiro de 1970.

 

De Novembro de 1970 até final da comissão, executou, entre outras, as operações: "Vampiro 9" (região da "Base Montepuez"), "Apolo 12", "Gémeos 13, 14 e 16", "Ribeiro 70", "Ursula 70", "Arabesco 7", "Assopro 8", "Nortada 45" e "Apocalipse III" (regiões não especificadas da sua zona de acção).

 

Tomou parte nas operações "Jaguar 5 e 6".

 

Foi rendida em Valadim, Novembro de 1971, pela Companhia de Caçadores 3471 do Batalhão de Caçadores 3867.

 


 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo