.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

 

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Falecimento

Jorge Manuel Brochado de Miranda, General de 4 estrelas

 

"Pouco se fala hoje em dia nestas coisas mas é bom que para preservação do nosso orgulho como Portugueses, elas não se esqueçam"

 

Barata da Silva, Vice-Comodoro

 

 Cruz-de-obito

HONRA E GLÓRIA

e

nota de óbito

 

Elementos cedidos por um

colaborador do portal UTW

 

Faleceu no dia 2 de Abril de 2022 o veterano

 

Jorge Manuel Brochado de Miranda

 

General de 4 estrelas, na situação de reforma

 

 Jorge-Manuel-Brochado-de-Miranda-650

 

Medalha de Ouro de Serviços Distintos

 
Medalha de Prata de Serviços Distintos com palma


Medalha de Mérito Aeronáutico de 1.ª Classe


Medalhas de Mérito Militar de 1.ª e 3.ª Classes


Grã-Cruz da Ordem Militar de Avis

 

 

Condecora-es

 

Jorge Manuel Brochado de Miranda, General de 4 estrelas, nasceu no dia 29 de Agosto de EE-az1926 em Palmasões, freguesia de Padronelo (Amarante), filho de Maria da Glória Cardoso Brochado de Miranda e de Mário de Miranda.


Em 3 de Abril de 1945 ingressa no curso de Aeronáutica da Escola do Exército (EE) «DULCE ET DECORUM EST PRO PÁTRIA MORI»;


Em 1 de Outubro de 1947 é-lhe concedido o 'brevet' de Oficial Piloto-Aviador;


Em 1 de Novembro de 1948 promovido a Alferes e colocado no Grupo de Instrução de Aviação de Caça;

BA2
Em 1 de Dezembro de 1951 promovido a Tenente;


Em 20 de Dezembro de 1951 colocado na Base Aérea n.º 2 (BA2 - Ota) «CUMPRIR ALÉM DO DEVER» como comandante de esquadrilha e de formação;


Em 21 de Fevereiro de 1953 concluiu na República Federal da Alemanha (RFA) o 'Jet Transition Instructor Course';


BA2-Esquadra21
Em 2 de Dezembro de 1953 promovido a Capitão;


Em 30 de Setembro de 1955 conclui nos Estados Unidos da América (EUA) o 'Fighter Gunner Instructors Course';


Em 27 de Novembro de 1955 assume funções de oficial de operações na Esquadra 21 «BARRETES» da Base Aérea n.º 2 (BA2 - Ota) «CUMPRIR ALÉM DO DEVER»;


BA2-1Em 31 de Dezembro de 1955 passa a comandar a Esquadra 21 «BARRETES» da Base Aérea n.º 2 (BA2 - Ota) «CUMPRIR ALÉM DO DEVER»;


Em 11 de Março de 1957 acumula com o cargo de comandante de grupo aéreo da Base Aérea n.º 2 (BA2 - Ota) «CUMPRIR ALÉM DO DEVER»;


De 12 de Janeiro a 17 de Maio de 1958 frequenta o curso de comando e estado-maior;


BA5Em 16 de Outubro de 1958 promovido a Major;


Em 31Dez1958 assume funções de comandante da Esquadra de Pessoal da Base Aérea n.º 2 (BA2 - Ota) «CUMPRIR ALÉM DO DEVER»;


BA5-Esq51Em 1 de Abril de 1959 transferido para a Base Aérea n.º 5 (BA5 - Monte Real) «ALCANÇA QUEM NÃO CANSA»;


BA5-Esq52Em 22 de Outubro de 1959 assume funções de 2º comandante da Base Aérea n.º 5 (BA5 - Monte Real) «ALCANÇA QUEM NÃO CANSA»;


Em 16 de Dezembro de 1959 passa a acumular o cargo de comandante das Esquadra 51 «GUERRA OU PAZ TANTO NOS FAZ» / Esquadra 52 Zona-A-rea-dos-A-ores«ACOMETER PARA VENCER» do caça-jacto F86F/Sabre2;


Em 1 de Setembro de 1960 transferido para a Zona Aérea dos Açores (ZA – Açores) «POUCOS QUANTO FORTES»;


Em 22 de Setembro de 1960 assume a chefia do estado-maior do Comando da Zona Aérea dos Açores (ZA – Açores) «POUCOS QUANTO FORTES»;

AB5
Em 21 de Março de 1961 promovido a Tenente-Coronel;


3RAEm 30 de Dezembro de 1961 transferido para o Aeródromo Base n.º 5 (AB5 - Beira) «HODIE UT HERI STAMUS» da 3.ª Região Aérea «LEALDADE E CONFIANÇA» (Moçambique);


 

 AM52-Nampula-Brochado-Miranda

 

Em 12 de Abril de 1962 BA2assume funções de comandante do Aeródromo Base n.º 5 (AB5 - Nacala) «HODIE UT HERI STAMUS» da 3.ª Região Aérea (Moçambique);


Em 27 de Junho de 1964 regressa à Base Aérea n.º 2 (BA2 - Ota) «CUMPRIR ALÉM DO DEVER»;


BA9Em 9 de Abril de 1966 conclui o curso de segurança de vôo;


Em 4 de Novembro de 1966 transferido para a Base Aérea n.º 9 A9 – Luanda) «FIDELIDADE E CORAGEM» da 2.ª Região Aérea «FIDELIDADE E GRANDEZA» como comandante do grupo operacional;


BA2
2RAEm 21 de Novembro de 1968 regressa à Metrópole e fica colocado no Estado-Maior da Força Aérea;


Em 30 de Janeiro de 1969 volta à Base Aérea n.º 2 (BA2 - Ota) «CUMPRIR ALÉM DO DEVER»;


Em 22 de Março de 1969 assume o comando da Base Aérea n.º 2 (BA2 - Ota) «CUMPRIR ALÉM DO DEVER»;


Estado-Maior-da-For-a-A-reaEm 14 de Agosto de 1969 promovido a Coronel;


Em 20 de Setembro de 1972 novamente colocado no Estado-Maior da Força Aérea;


Em 1972 frequenta na República Federal da Alemanha (RFA) o 'Combat Operations Specialist Course';


De 15 de Novembro de 1972 a 31 de Maio de 1973 frequenta o Curso de Altos Comandos;


Zona-A-rea-dos-A-oresDe 1 de Junho a 10 de Agosto de 1973 frequenta o Curso de Defesa Nacional;


Em 20 de Setembro de 1973 transferido para o Comando da Zona Aérea dos Açores (ZA – Açores) «POUCOS QUANTO FORTES», a fim de desempenhar funções de Comandante da Zona Aérea;


Em 10 de Maio de 1974 assume a Direcção dos Serviços de Instrução;


Em 12 de Setembro de 1974 promovido a Brigadeiro;


Em 25 de Janeiro de 1975 nomeado Subchefe de Estado-Maior da Força Aérea;


IAEFAEm 30 de Abril de 1975 promovido a General;


Em 1 de Junho de 1976 nomeado Director da Escola Superior da Força Aérea;


Em 1976 organiza e dirige no Instituto de Altos Estudos
Estado-Maior-da-For-a-A-reada Força Aérea Portuguesa (FAP) «EX MERO MOTU» o Curso Superior de Guerra Aérea;


Em 4 de Outubro de 1977 nomeado Vice-Chefe do Estado-Maior da Força Aérea «ENTENDE OS INIMIGOS E ENGANÁ-LOS»;


De 2 de Março a 9 de Abril de 1984 assume funções interinas de Chefe do Estado-Maior da Força Aérea «ENTENDE OS INIMIGOS E ENGANÁ-LOS»;


Em 10 de Abril de 1984 promovido a General de 4 estrelas e assume o cargo de Chefe do Estado-Maior da Força Aérea «ENTENDE OS INIMIGOS E ENGANÁ-LOS»;

Associa-o-FAP
Em 29 de Agosto de 1988 passa à situação de reserva;


Presidente da mesa da assembleia geral da Associação da Força Aérea Portuguesa.


Em 29 de Agosto de 1993 passa à situação de reforma;


Organiza o Arquivo Histórico da Força Aérea «DE QUEM FICAM MEMÓRIAS SOBERANAS».


Presidente da mesa da assembleia geral da Liga dos Combatentes (12 de Dezembro de 1997).


Ao longo da sua carreira, agraciado com diversos louvores e as seguintes condecorações:


Medalha de Ouro de Serviços Distintos, Medalha de Prata de Serviços Distintos com palma, Medalha de Mérito Aeronáutico de 1.ª Classe, Medalhas de Mérito Militar de 3.ª e 1.ª Classes, Grã-Cruz da Ordem Militar de Avis.
 

Faleceu no dia 2 de Abril de 2022 em Oeiras.
 

A sua Alma repousa em Paz.
 

 Jorge-Manuel-Brochado-de-Miranda-920

 

 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo