.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Condecorações

José Luís Rodrigues Portero, 1.º Tenente, do DFE2: Cruz de Guerra, de 4.ª classe

 

 

HONRA E GLÓRIA

Fontes:

«Curso Miguel Corte Real»

«Reserva Naval»

Revista da Armada, ed. 25, pág. 7, de Out1973

 

 

José Luís Rodrigues Portero

 

1.º Tenente

 

Oficial Imediato do Destacamento de Fuzileiros Especiais n.º 2

 

Base Naval de Metangula

 

Moçambique

 

1970 a 1972

 

Cruz de Guerra, de 4.ª classe

 

 

 

José Luís Rodrigues Portero, 1.º Tenente, nascido no dia 30 de Maio de 1946, natural de Odivelas, concelho de Loures.

 

Mobilizado para servir Portugal na Província Ultramarina de Moçambique, na Base Naval de Metangula (distrito do Niassa) como Oficial Imediato do Destacamento de Fuzileiros Especiais n.º 2, no período de 1970 a 1972

 

 

 

Cruz de Guerra, de 4.ª classe

 

 

1.º Tenente

José Luís Rodrigues Portero

 

Merecedor, em todas as circunstâncias, da completa confiança do Comando e demonstrando possuir, para além das suas qualidades humanas e de militar, grande sentido do dever e dedicação pelo serviço, lealdade, coragem, decisão, sangue-frio e serena energia debaixo de fogo, o 1.º Tenente JOSÉ LUÍS RODRIGUES PORTERO foi justamente agraciado com a medalha da Cruz de Guerra de 4.ª classe.


Oficial imediato do Destacamento N.º 2 de Fuzileiros Especiais actuando em Moçambique, as suas acções tácticas ao comandar a unidade no impedimento do respectivo comandante e o seu grupo de assalto estiveram na base de muitos dos triunfos alcançados.


Numa das operações conduziu o pessoal no assalto a um importante reduto inimigo, infligindo-lhe substanciais baixas em pessoal e material, apesar de forte resistência oferecida; noutra operação, em hábil manobra envolvente, capturou com os seus homens todo o armamento existente num acampamento perto de importante base inimiga, assim como documentos fundamentais do respectivo comando.


Também em patrulhas nos rios foram por duas vezes o 1.º tenente PORTERO e o seu pessoal fortemente emboscados por grupos inimigos; com uma manobra corajosa dos botes, levando-os para a margem, em situação desfavorável no terreno, conseguiu pôr o inimigo em fuga, causando-lhe baixas consideráveis.


N. R.: O 1.º tenente PORTERO é natural de Odivelas, concelho de Loures.

 

     

 


 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo