.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Condecorações

Macário João de Sousa Tapadinhas, Coronel Médico na situação de reforma:

 

HONRA E GLÓRIA

Nota de óbito

Fontes:

Informação do óbito do veterano José Manuel de Sousa Potier,

da ChSerSaude/QG/RMA

Imagens dos distintivos do veterano Carlos Coutinho

Elementos cedidos por um colaborador do portal UTW

 

Faleceu, no dia 6 de Abril de 2019, o veterano

 

Macário João de Sousa Tapadinhas

 

Coronel Médico na situação de reforma

 

15Jan1934 > 05Abr2019

 

Companhia de Caçadores Especiais 60 (Angola)

 

Hospital Militar de Lourenço Marques (Moçambique)

 

Hospital Militar 2236 (Nampula, Moçambique)

 

2 Medalhas de Prata de Serviços Distintos

 

 

Macário João de Sousa Tapadinhas, Coronel Médico na situação de reforma, nasceu no dia 15 de Janeiro de 1934 em Lisboa, filho de Maria Cecília Tomaz de Sousa Tapadinhas e de João Augusto Tapadinhas.


Em 17 de Fevereiro de 1960 soldado cadete 13/59 do Batalhão de Caçadores 5 (BC5 - Campolide), promovido a aspirante-a-oficial miliciano médico e colocado no 1.º Grupo de Companhias de Saúde (1ºGCS - Lisboa);


Em 6 de Junho de 1960, tendo sido mobilizado pelo Batalhão de Caçadores 5 (BC5 - Campolide) para servir Portugal na Província Ultramarina de Angola, embarca em Lisboa no NTT 'Uíge' rumo ao porto de Cabinda, integrado na Companhia de Caçadores Especiais 60 (CCE60) / 1.ª Companhia de Caçadores Especiais da Região Militar de Angola (1ªCCE/RMA);


Em 1 de Novembro de 1960 promovido a alferes miliciano;


Em 20 de Janeiro de 1961 promovido a alferes médico do quadro do serviço de saúde militar;


Em 1 de Junho de 1961 promovido a tenente;


Em 23 de Julho de 1962 inicia a bordo do NTT 'Vera Cruz', a torna-viagem à Metrópole;


Em 28 de Agosto de 1962 colocado no Hospital Militar Regional 1 (HMR1 - Porto);


Em 6 de Outubro de 1962 transferido para o Hospital Militar Principal (HMP - Estrela - Lisboa);


Em 29 de Novembro de 1962 agraciado com a Medalha de Prata de Serviços Distintos com palma...


- «Pelo inexcedível zelo e devoção com que se dedicou a todos os serviços de que foi encarregado, inerentes à sua preparação profissional. Acumulando as funções de médico da sua companhia [CCE60] com as de médico do batalhão [BCac248], superintendendo no serviço de saúde do sector nº 6 [Cabinda] e assistindo a todo o pessoal da sede do batalhão e das subunidades dadas de reforço ao sector, nunca deixou de estar presente em todos os momentos, e muitos foram ao cabo de dois anos em que os seus prestimosos serviços foram requeridos.

 

A população civil branca, e sobretudo a nativa, do concelho de Cabinda, que por ele tinha uma verdadeira devoção, foi sempre, a qualquer hora do dia ou da noite, assistida pelo tenente Tapadinhas com os mesmos desvelos que ele usava para com os militares, e isto é tanto mais de encarecer quanto à certo que nunca, pelos seus serviços, recebeu qualquer importância, porque a isso sempre se recusou com a máxima cortesia, como era seu timbre.

 

A acção psicossocial exercida no aspecto clínico através da sua pessoa, atingiu no concelho de Cabinda um valor inestimável, chegando a ele recorrer os doentes da região fronteiriça do vizinho Congo [ex-Belga].

 

Nas acções militares levadas a cabo pela sua companhia, com realce para as desenvolvidas em Abril e Agosto de 1961, mais uma vez este oficial pôs à prova as suas altas virtudes militares e a sua elevada competência técnica, podendo dizer-se que a ele ficaram devendo a vida dois praças gravemente feridos pelo inimigo na primeira das acções referidas.

 

Os serviços deste oficial devem ser considerados relevantes e distintos.»


Em 15 de Janeiro de 1963 conclui com aproveitamento o tirocínio para o quadro permanente;


Em 20 de Março de 1965 promovido a capitão;


Em 14 de Setembro de 1969 nomeado para servir Portugal na Província Ultramarina de Moçambique, ficando colocado no Hospital de Lourenço Marques como capitão médico ortopedista;


Em Maio de 1970 transferido para o Hospital Militar 2236 (HM2236 - Nampula);


Em 22 de Julho de 1971, concluída a sua comissão em Moçambique, regressa definitivamente à Metrópole e ao Hospital Militar Principal (HMP);


Em 7 de Agosto de 1972 agraciado com a segunda Medalha de Prata de Serviços Distintos com palma, pelos relevantes e distintos serviços prestados no Hospital Militar de Nampula;


Em 3 de Janeiro de 1974 transferido da Direcção do Serviço de Saúde para o Hospital Militar Principal (HMP);


Em 20 de Fevereiro de 1974 graduado no posto de major;


Em 26 de Novembro de 1974 promovido a major.


Faleceu durante a noite do dia 6 de Abril de 2019, coronel médico na situação de reforma.


A sua Alma descansa em Paz

 

 

 

 

 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo