.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

 

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Condecorações

Manuel Marques Sardão, Soldado Maqueiro, da CCS/BCac554

 

  "Pouco se fala hoje em dia nestas coisas mas é bom que para preservação do nosso orgulho como Portugueses, elas não se esqueçam"

 

Barata da Silva, Vice-Comodoro

 

HONRA E GLÓRIA

Fontes:

Elementos cedidos por um colaborador do portal UTW

5.º Volume, Tomo I, pág.s 102 e 103, da RHMCA / CECA / EME

7.º Volume, Tomo I, pág.s 176 e 177, da RHMCA / CECA / EME

8.º Volume, Tomo I, Livro 1, pág. 425, da RHMCA / CECA / EME

Jornal do Exército, ed. 101, pág.s 12 e 13, de Maio de 1968

Revista "Combatente", ed. 250, de Dezembro de 1992

Imagens dos distintivos cedidas por Carlos Coutinho

RTP Arquivos

 

HERÓI NACIONAL

 

Manuel Marques Sardão

 

Soldado Maqueiro, n.º 1898/63

 

Companhia de Comando e Serviços (CCS)

 

Batalhão de Caçadores 554 (BCac554)

 

«NON NOBIS»

 

Angola: 14Dez1963 a 25Mar1966

 

Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito, grau Cavaleiro, com palma

(Título Póstumo)

 

Brevíssima resenha castrense

 

Manuel Marques Sardão, Soldado Maqueiro, n.º 1898/63,  nascido no ano de 1942, na localidade de Santo Amaro da Boiça, da freguesia de Maiorca, concelho da Figueira da Foz, distrito de Coimbra, filho de Manuel Maria Sardão e de Maria do Carmo Milhazes, solteiro.


Mobilizado pelo Regimento de Infantaria 15 (RI15 – Tomar) para servir Portugal na Província Ultramarina de Angola, integrado na Companhia de Comando e Serviços (CCS) do Batalhão de Caçadores 554 «NON NOBIS».


Faleceu, no dia 22 de Outubro de 1965, na estrada do Luali a Belize (Cabinda), a 400 metros do Povo Uanda Conde, vítima de ferimentos em combate.

 

Tinha ± 22 anos de idade.


Está inumado no cemitério da sua localidade de naturalidade - Santo Amaro da Boiça, da freguesia de Maiorca, concelho da Figueira da Foz, distrito de Coimbra.


Agraciado com a Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito, grau Cavaleiro, com palma, a título póstumo – Alvará de 27 de Maio de 1966, da Chancelaria das Ordens Portuguesas, da Presidência da República, publicado na Ordem do Exército n.º 20 – 3.ª série, de 1966.


Promovido por distinção a Furriel do Serviço de Saúde, a título póstumo, com antiguidade desde 22 de Outubro de 1965, por despacho de Sua Excelência o Ministro do Exército de 4 de Maio de 1966, publicado na Ordem do Exército n.º 16 – 3.ª série, de 1966.


No dia 10 de Junho de 1966, perante as Forças Armadas Portuguesas reunidas em parada no Terreiro do Paço, o Sr. Seu Pai, Manuel Maria Sardão, recebeu das mãos de Sua Excelência o Presidente da República, Almirante Américo Deus Rodrigues Tomaz, a condecoração de que o seu filho tinha sido agraciado.

 

 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo