.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

 

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Memoriais

Monumentos aos Combatentes, Memoriais e Campas

 

Monumentos aos Combatentes e Campas

(Listagens e imagens de memoriais e campas de antigos combatentes)

 

Em memória daqueles que tombaram em defesa de Portugal na Guerra do Ultramar

 

Coimbra

 

Para visualização dos conteúdos clique em cada um dos sublinhados

 

Listagem dos mortos naturais do concelho de Coimbra

 

 
Ceira
Paulo Marques
in diário "As Beiras" online
25Nov2019
 
Antigos combatentes de Ceira evocam memória dos sete mortos em África

Mais de uma centena de pessoas, entre antigos combatentes e familiares, reuniram-se ontem [24Nov2019], em Ceira. Alguns dos presentes ainda choram os sete militares da freguesia, que morreram no antigo Ultramar português. Mas a jornada de ontem foi (apesar de tudo) de festa e de imensas memórias.

Em Ceira, a ideia já tem alguns anos. A freguesia teve muitos rapazes mobilizados para a frente de combate, na guerra colonial. Sete não regressaram vivos. Mas não havia um registo completo e, muito menos, um símbolo evocativo da memória dos falecidos, no cemitério local. Apenas as sete campas… curiosamente todas elas incluindo um sete no respetivo número de identificação.
 

Há dois anos, em plena Ceirarte, Álvaro Santos, que esteve na Força Aérea em Angola, pediu ajuda à junta e começou a preencher fichas. Mais tarde, Augusto Silva, que combateu em Cabinda, dedicou-se a informatizar o ficheiro. Depois, juntaram-se-lhes Eduardo Vieira, que esteve em Angola, e Eduardo Santos, que andou por Moçambique.

Os quatro constituíram a comissão organizadora deste primeiro encontro. Doente, Augusto Silva não pôde dar total contributo, mas o facto é que o trabalho deu frutos – 115 pessoas inscritas – e o resultado foi um êxito.

O programa não dispensou a missa, na igreja de Ceira. De resto, o pároco local fez questão de acompanhar a romagem ao cemitério, onde uma bandeira da freguesia cobria um simbólico monumento evocativo da memória dos mortos em combate.

Foi simples, mas comovente, a cerimónia de descerramento da placa. Falaram o presidente da Junta de Freguesia de Ceira, Fernando Santos.

Pela organização, Álvaro Santos agradeceu a todos quantos compareceram e ao executivo da junta, que ofereceu o monumento. Depois, lembrou quão “cruel e injusta foi aquela guerra que não fez nenhum sentido e estragou a juventude de tantos”.
 
 
 
 

Naturais da Freguesia de Ceira e inumados no cemitério Paroquial da freguesia:

 

Armando dos Santos Andrade Roque

 

Armando dos Santos Andrade Roque, 1.º Cabo Atirador, n.º 05902467, natural da freguesia de Ceira, concelho de Coimbra, filho de Benvindo da Conceição Roque e de Maria de Jesus dos Santos Andrade, casado com Maria Alice Simões Fidalgo.

 

Mobilizado pelo Regimento de Infantaria 2 (RI2 - Abrantes) para servir Portugal na Província Ultramarina de Angola integrado na Companhia de Caçadores 2356 do Batalhão de Caçadores 2841 «A ELES...A ELES...».

 

Faleceu no dia 5 de Dezembro de 1968, na clareira de Sanguande Velho, na picada para o quartel de Sanguande, vítima de ferimentos em combate, devido a tiro de bazooka.

 

Está inumado no cemitério Paroquial de Ceira, concelho de Coimbra

 

 

José das Neves Claro

 

José das Neves Claro, Soldado Atirador, n.º 01917268, natural do lugar de São Frutuoso, da freguesia de Ceira, concelho de Coimbra, filho de José Claro e de Cândida de Jesus Neves, solteiro.

 

Mobilizado pelo Regimento de Infantaria 1 (RI1 - Amadora) para servir Portugal na Província Ultramarina da Guiné integrado na Companhia de Caçadores 2401 do Batalhão de Caçadores 2851 «SE É IMPOSSÍVEL...HÁ-DE FAZER-SE».

 

Faleceu no dia 28 de Agosto de 1968, na mata entre os rios Sali e Cobancara, depois de Suturco, vítima de ferimentos em combate, devido a ataque a partir da República da Guiné Conakry.

 

Está inumado no cemitério Paroquial de Ceira, concelho de Coimbra.

 

 

José dos Santos Pereira

 

José dos Santos Pereira, Furriel Mil.º Atirador, n.º 08564465, na tural da freguesia de Ceira, concelho de Coimbra, filho de Manuel Pereira Novo e de Isabel Clara, solteiro.

 

Mobilizado pelo Regimento de Infantaria 15 (RI15 - Tomar) para servir Portugal na Província Ultramarina da Guiné integrado na Companhia de Caçadores 1788 do Batalhão de Caçadores 1932 «VONTADE E VALOR».

 

Faleceu no dia 16 de Fevereiro de 1968, em Cabedú, estrada da Ponte, vítima de ferimentos em combate, devido ao accionamento de armadilha inimiga.

 

Está inumado no cemitério Paroquial de Ceira, concelho de Coimbra.

 

 

José Ferreira Alves

 

José Ferreira Alves, 1.º Cabo Radiotelegrafista, n.º 07849665, natural do lugar de São Frutuoso, da freguesia de Ceira, concelho de Coimbra, filho de Belmiro Alves e de Albertina Ferreira, solteiro.

 

Mobilizado pelo Regimento de Cavalaria 8 (RC8 - Castelo Branco) para servir Portugal na Província Ultramarina da Guiné integrado no Esquadrão de Reconhecimento 1578 «ADEANTE».

 

Faleceu no dia 14 de Dezembro de 1967, no itinerário Canjadude - Nova Lamego - Uelingará, a 1 Km a Sul da tabanca Uelingará, vítima de ferimentos em combate.

 

Está inumado no cemitério Paroquial de Ceira, concelho de Coimbra.

 

 

Licínio Baptista

 

Licínio Baptista, Soldado Atirador, n.º 01020165, natural da freguesia de Ceira, concelho de Coimbra, filho de António Baptista e de Emília da Conceição, solteiro.

 

Mobilizado pelo Regimento de Infantaria 1 (RI1 - Amadora) para servir Portugal na Província Ultramarina da Guiné integrado na Companhia de Caçadores 1417 do Batalhão de Caçadores 1856 «UBI GLORIA OMNE PERICULUM DULCE».

 

Faleceu no dia 2 de Maio de 1966, na área de Bajocunda, vítima de ferimentos em combate, na transposição do rio Corubal.

 

Está inumado no cemitério Paroquial de Ceira, concelho de Coimbra.

 

 

 

Manuel Amado Antunes

 

Manuel Amado Antunes, Soldado Condutor Auto-Rodas, n.º 04771465, natural da freguesia de Ceira, concelho de Coimbra, filho de Carlos Antunes e de Maria Amado, solteiro.

 

Mobilizado pelo Regimento de Infantaria 2 (RI2 - Abrantes) para servir Portugal na Província Ultramarina de Moçambique integrado na Companhia de Comando e Serviços do Batalhão de Caçadores 1889 «AD JUSTAM PACEM».

 

Faleceu no dia 17 de Janeiro de 1967, em Valadim, distrito do Niassa, vítima de ferimentos em combate.

 

Está inumado no cemitério Paroquial de Ceira, concelho de Coimbra.

 

-------------------------

 

Natural da Freguesia de Ceira, mas inumado no cemitério da freguesia da Foz de Arouce, concelho da Lousã:

 

José dos Santos Henriques

 

José dos Santos Henriques, Soldado Atirador, n.º 04904166, natural de Ceira, concelho de Coimbra, filho de António Henriques e de Ermelinda da Assunção dos Santos, casado com Maria Graciete Fernandes da Silva.

 

Mobilizado pelo Batalhão de Caçadores 10 (BC10 - Chaves) para servir Portugal na Província Ultramarina de Moçambique integrado na Companhia de Caçadores 1798 do batalhão de Caçadores 1935 «SEMPRE EXCELENTES E VALOROSOS».

 

Faleceu no dia 14 de Fevereiro de 1969, em Morrumbala, vítima de acidente de viação.

 

Está inumado no cemitério da freguesia da Foz de Arouce, concelho da Lousã.

 

-------------------------

 

Natural da Freguesia da Sé Nova, concelho de Coimbra, mas inuado no cemitério Paroquial da freguesia de Ceira:

 

João do Amaral Ferraz

 

João do Amaral Ferraz, 1.º Cabo Operador Cripto, n.º 02959771, natural da freguesia da Sé Nova, concelho de Coimbra, filho de João Henrique Ferraz e de Céres de Amaral, solteiro.

 

Mobilizado pelo Batalhão Independente de Infantaria 17 (BII17 - Angra do Heroísmo) para servir Portugal na Província Ultramarina de Angola integrado na Companhia de Caçadores 3511 «LABOR OMNIA VINCIT».

 

Faleceu no dia 8 de Março de 1972, na estrada Cafunfo - Luremo, próximo da ponte sobre o rio Lué, vítima de acidente de viação.

 

Está inumado no cemitério Paroquial de Ceira, concelho de Coimbra.

 

 

Paz às suas Almas

 

 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo