.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Memoriais

Monumentos aos Combatentes, Memoriais e Campas

 

Monumentos aos Combatentes e Campas

Em memória daqueles que tombaram em defesa de

Portugal na Guerra do Ultramar

 

Madalena

 

 

Listagem dos mortos naturais do concelho de Madalena

 

 

Freguesia de São Caetano

 

Monumento em pedra de basalto a recordar aqueles jovens militares que estiveram a combater no Ultramar

 

05 de Outubro de 2011

 

 

Fonte: http://jf-saocaetano.blogspot.com/2011/11/23-encontro-dos-antigos-combatentes-da.html

 

Sexta-feira, 25 de Novembro de 2011

 

23º Encontro dos Antigos Combatentes da Ilha do Pico

 

O 23º Encontro dos Antigos Combatentes da Ilha do Pico decorreu nesta freguesia de São Caetano, no passado dia 5 de Outubro.

 

As comemorações iniciaram-se com a celebração da missa, onde foram recordados os antigos combatentes falecidos em combate.

 


Momento alto das comemorações foi o acto de inauguração de uma placa em pedra de basalto onde estão gravados os nomes dos 57 jovens desta freguesia que combateram no Ultramar.

 


Após a cerimónia de inauguração, os antigos combatentes e seus familiares participaram no almoço de confraternização que contou com cerca de 400 pessoas.

 


 


A Junta de Freguesia de São Caetano agradece a todos quantos tornaram possível a realização de mais um encontro dos antigos combatentes do Pico.

 

"(…)

A partir de hoje, 5 de Outubro de 2011, na freguesia de São Caetano passa a existir um monumento em pedra de basalto a recordar aqueles jovens militares que estiveram a combater no Ultramar. Trata-se de uma homenagem singela a perpetuar os nomes daqueles que, arrancados das suas famílias, viveram nessas longínquas paragens momentos de dor, de angústia, de saudade, de medo, de pânico.

 

57 jovens desta pequena freguesia de São Caetano partiram para combater numa guerra que desconheciam, numa terra que apenas conheciam dos livros da Escola Primária, que a professora Rosa, a professora Rita, o professor Azevedo, o professor Hélder, entre outros, teimosamente ensinavam.

 

Jovens que, desconhecendo o mundo que os esperava, partiram para combater em nome de uma Pátria e por ideais que eles próprios desconheciam e que, provavelmente, ainda hoje nós desconhecemos.

 

Partiram e para trás deixaram a família e a terra que os viu nascer e crescer. Partiram jovens e voltaram homens. Partiram com incertezas e voltaram com a certeza que a “VIDA” é o único bem precioso que o Homem pode ter. Muitos, infelizmente, perderam esse bem, muitos da nossa ilha não voltaram á sua terra, ao convívio das suas famílias. O António Simas Dutra não regressou, ficou apenas a saudade do sorriso de mais um jovem que tombou numa guerra que certamente não era a sua.

 

Minhas Senhoras e meus Senhores,

 

Na qualidade de Presidente da Junta de Freguesia de São Caetano, mas acima de tudo, na qualidade de filho de um antigo combatente que, em Angola, lutou por esta Pátria a que chamamos Portugal, sinto-me feliz por esta homenagem.

 

Foi com orgulho e enorme satisfação que a Junta de Freguesia de São Caetano se associou, desde a primeira hora, a esta iniciativa. Havia chegado o momento de homenagear condignamente estes homens, e assim também todos os combatentes do nosso país que muitas vezes foram esquecidos e abandonados pelos nossos governantes.

 

A população de São Caetano não esqueceu nem esquecerá jamais os seus antigos combatentes.

 

Nesta pedra de basalto, porque de basalto é feita esta Ilha Maior, perpetuar-se-á no futuro o nome de todos quantos participaram e deram a sua vida por este Portugal que é a nossa Pátria. Nesta pedra de basalto ficará gravado um pouco mais do nosso passado histórico."

 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo