.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

 

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Memoriais

Monumentos aos Combatentes, Memoriais e Campas

 

 

Monumentos aos Combatentes e Campas

(Listagens e imagens de memoriais e campas de antigos combatentes)

 

Em memória daqueles que tombaram em defesa de Portugal na Guerra do Ultramar

 

Vendas Novas

 

Para visualização dos conteúdos clique em cada um dos sublinhados que se seguem:

 

Listagem dos mortos naturais do concelho de Vendas Novas

 

 

 

Monumento aos Combatentes do Concelho de Vendas Novas

 

Foto tirada em 05Jun2020

 

Os nomes dos Militares Portugueses que tombaram na Guerra do Ultramar gravados no novo lapidário nominal em Homenagem aos Combatentes do Concelho de Vendas Novas, sito no Jardim dos Combatentes, junto à sede do Núcleo da Liga dos Combatentes

 

Fonte: Câmara Municipal de Vendas Novas:

 

Jardim dos Combatentes - Largo Dr. João Luís Ricardo - inaugurado no dia 13 de Julho de 2020

 

 

 

 

António de Jesus Ferreira


António de Jesus Ferreira, Soldado Apontador de Metralhadora, n.º 16806670, natural da freguesia da Landeira, concelho de Vendas Novas, filho de José Ferreira e de Miquelina Rodrigues, solteiro.


Mobilizado pelo Regimento de Cavalaria 4 (RI4 - Santa Margarida) para servir Portugal na Província Ultramarina de Angola integrado na Companhia de Cavalaria 3377 (CCav3377) «CAVALGANDO».


Faleceu no dia 19 de Março de 1973 na enfermaria de sector, no Luso, vítima de doença.


Está inumado no cemitério paroquial da freguesia de São Simão de Azeitão, concelho de Setúbal.

 

--------------------------

 

Custódio Janeiro Santana


Custódio Janeiro Santana, Capitão Piloto Aviador, n.º 00240-C, nascido no dia 15 de Abril de 1945, na freguesia e concelho de Vendas Novas.


Mobilizado pela Base Aérea n.º 3 (BA3 - Tancos) para servir Portugal na Província Ultramarina de Angola - Comando da Região Aérea n.º 2 - integrado na Esquadra n.º 94 da Base Aérea n.º 9 (BA9 - Luanda) «FIDELIDADE E CORAGEM».


Faleceu, no dia 5 de Janeiro de 1973, no Hospital Militar do Luso, vítima de ferimentos em combate, ocorrido no dia anterior - 4 de Janeiro de 1973 -a oriente do Lutembo (a 69 Km a norte de Gago Coutinho), aquando da perseguição aos terroristas que, ao ser localizados, abrem fogo sobre os helicópteros e inutilizam dois aparelhos, atingem com gravidade o Comandante da Esquadrilha de Helicópteros Alouette III «SALTIMBANCOS» Capitão Piloto-Aviador Custódio Janeiro Santana (nota).


Tinha 27 anos de idade.


Está inumado no cemitério municipal de Vendas Novas.


Em 1973, foi agraciado, a título póstumo, com a Medalha da Cruz de Guerra de 1.ª classe, publicado na Ordem à Aeronáutica, n.º 14/73, pág. 351, 2.ª série, e no Diário do Governo, n.º 105 - 2.ª série, de 4 de Maio de 1973.


(nota) - Excerto do "pdf" «Leste de Angola - Janeiro de 1973» da autoria do veterano JC Abreu dos Santos:


«5ª feira, 4 de Janeiro [1973]
...No Luso ao romper da alvorada, o 3º grupo de combate da 37ªCCmds segue aerotransportado em Nordatlas até ao aeródromo de Gago Coutinho e dali helitransportado em três Alouette-III dos Saltimbancos, para oriente do Lutembo, onde iniciam a perseguição aos terroristas que, ao ser localizados, abrem fogo sobre os helicópteros e inutilizam dois aparelhos, atingem com gravidade o comandante da esquadrilha de AL-III capitão piloto-aviador Custódio Janeiro Santana e ferem vários comandos. Mas, durante a apressada retirada da LZ - com o capitão gravemente ferido (7), comandos feridos e os terroristas nas imediações -, ficam no terreno oito comandos e o seu comandante, alferes cmd J. A. dos Santos. ...»


(7) - evacuado para o hospital militar do Luso, onde vem a falecer na manhã seguinte.

 

--------------------------
 

Custódio Manuel M. Sousa


Custódio Manuel Martins de Sousa, Furriel Mil.º Sapador de Infantaria, n.º 11628572, nascido no dia 17 de Novembro de 1951, na freguesia de Nossa Senhora da Vila, concelho de Montemor-o-Novo, filho de José Maria Alfacinha dos Santos e de Júlia das Dores Cardoso, casado com Maria Isabel Monteiro Santos Aires de Abreu.


Mobilizado pelo Regimento de Cavalaria 4 (RC4 - Santa Margarida) para servir Portugal na Província Ultramarina de Moçambique integrado na Companhia de Comando e Serviços (CCS) do Batalhão de Cavalaria 8421/73 (BCav8421/73) «PERGUNTAI AO INIMIGO QUEM SOMOS».


Faleceu, no dia 10 de Novembro de 1973, no 2.º Hospital Militar Regional, em Nampula, vítima de acidente com arma de fogo, ocorrido no dia 8 de Novembro de 1973, em Mocímboa do Rovuma (Cabo Delgado, Moçambique).


Tinha 21 anos de idade.


Está inumado no cemitério municipal de Montemor-o-Novo.
 

--------------------------

Daniel Joaquim Mendes Rodrigues


Daniel Joaquim Mendes Rodrigues "Parola", Soldado Condutor de Panhard AML, n.º 02710267, nascido no dia 22 de Julho de 1946, na freguesia e concelho de Vendas Novas, filho de António Daniel Rodrigues e de Ana Mendes, casado com Norolinda Maria Lagartixa Caetano Rodrigues.


Mobilizado pelo Regimento de Cavalaria 7 (RC7 - Lisboa) para servir Portugal na Província Ultramarina da Guiné integrado no Esquadrão de Reconhecimento AML 2454 (ERecAML2454).


Faleceu, no dia 18 de Setembro de 1971, no Hospital Militar Principal (HMP - Lisboa), vítima de ferimentos em combate, ocorrido em Jolmete (Guiné).


Tinha 25 anos de idade.


Está inumado no cemitério municipal de Vendas Novas

 

 

 


--------------------------
 

A dúvida:

 

 

Esmeraldo Espanhol Martins e(ou) Esmeraldino E. Martins

 

Na lápide colocada no jardim fronteiro ao Regimento de Artilharia 5 (ex-EPA) e o que consta no novo lapidário nominal em Homenagem aos Combatentes do Concelho de Vendas Novas, sito no Jardim dos Combatentes - Largo Dr. João Luís Ricardo, respectivamente, referente aos nomes de "Esmeraldino E. Martins" e "Esmeraldo Espanhol Martins":

 

 

1- "Esmeraldino E. Martins", conforme consta na lápide colocada no jardim fronteiro ao Regimento de Artilharia 5 (ex- Escola Prática de Artilharia):

 

Foi 1.º cabo atirador, faleceu na Guiné em 18 de Novembro de 1973 (e estará inumado no cemitério de Vendas Novas);


2- "Esmeraldo Espanhol Martins", conforme agora passou a constar gravado no lapidário nominal em Homenagem aos Combatentes do Concelho de Vendas Novas, sito junto à sede do Núcleo de Vendas Novas da Liga dos Combatentes:

 

Apenas ao núcleo local da Liga dos Combatentes compete esclarecer onde recolheu aquele nome completo (facto que, até ao momento, não obtivemos qualquer resposta);

 

Há elevada probabilidade de a sua morte ter ocorrido por inopinada deflagração de granada de LGF (bazooka) no aquartelamento de Piche, no domingo, dia 18 de Novembro de 1973, aquando da preparação para saída em patrulha de um pelotão da CCav3463/BCav3864, o qual acidente com arma-de-fogo (a uma semana de rendição final), causou a morte do também 1º cabo atirador Manuel da Conceição Branco, igualmente natural de Vendas Novas e inumado no respectivo cemitério.

 

Em relação àqueles nomes, até ao momento, não foram encontradas quaisquer referências, ou seja, estão omissos na data-base online da Liga dos Combatentes, no lapidário nacional do Forte do Bom Sucesso e no 8.º Volume, Tomo II, da Resenha Histórico-Militar das Campanhas de África, da Comissão para o Estudo das Campanhas de África, do Estado-Maior do Exército.

 

 

Lápide colocada no jardim fronteiro ao Regimento de Artilharia 5 (ex- EPA)

 

 

Gravado no lapidário nominal em Homenagem aos Combatentes do Concelho de Vendas Novas, sito junto à sede do Núcleo de Vendas Novas da Liga dos Combatentes

 

--------------------------
 

Francisco do Céu Pires

 

Francisco do Céu Pires, 2.º Sargento Mecânico de Armas Pesadas, nascido no dia 8 de Agosto de 1930, na freguesia de São Salvador, concelho de Elvas, filho de João Almeida Pires e de Palmira da Conceição Pires, casado com Maria José Rosa da Costa Pires.

 

Mobilizado pela Companhia Divisionária de Manutenção de Material (CDMM - Entroncamento) para servir Portugal na Província Ultramarina de Angola integrado no Agrupamento do Serviço de Material de Angola (ASMA).

 

Faleceu, no dia 29 de Julho de 1963, vítima de acidente com arma de fogo.

 

Tinha 32 anos de idade.

 

Foi inumado, no dia 5 de Fevereiro de 1964, no cemitério municipal de Vendas Novas.

 

 

 

 

 

--------------------------
 

Horácio de Sousa Rocha

 

Horácio de Sousa Rocha, 1.º Cabo Sapador, n.º 04382967, nascido no dia 14 de Julho de 1946, na freguesia e concelho de Vendas Novas, filho de José Rocha e de Maria Francisca, solteiro.

 

Mobilizado pelo Regimento de Engenharia 1 (RE1 - Pontinha, Lisboa) para servir Portugal na Província Ultramarina de Moçambique integrado na Companhia de Engenharia 2393 (CEng2393).

 

Faleceu, no dia 28 de Outubro de 1968, na EN243, durante o ataque do inimigo à Companhia em trabalhos (nota).

 

Está inumado no cemitério municipal de Vendas Novas.

 

(nota):

Luís Pinto Coelho, Alferes Mil.º Sapador de Infantaria, recorda a ocorrência que vitimou o 1.º Cabo Horácio de Sousa Rocha - clique aqui

 

Lápide de Sentida Homenagem e Gratidão da Companhia de Engenharia 2393, no cemitério municipal de Vendas Novas: 

 

 

 

 

--------------------------
 

Joaquim José Silva Raimundo

 

Joaquim José Silva Raimundo, 2.º Sargento de Artilharia, n.º 50453811, natural da freguesia e concelho de Vendas Novas, filho de José António Raimundo e de Maria José da Silva, casado com Joaquina Victorino Lourenço Raimundo.

 

Mobilizado pelo Regimento de Artilharia Pesada 2 (RAP2 - Vila Nova de Gaia) para servir Portugal na Província Ultramarina de Moçambique integrado na Companhia de Artilharia 2648 (CArt2648) do Batalhão de Artilharia 2901 (BArt2901) «ALEA JACTA EST».

 

Faleceu, no dia 27 de Fevereiro de 1970, no itinerário Nangololo - Muidumbe, vítima de acidente com arma de fogo.

 

Está inumado no cemitério municipal de Vendas Novas.

 

--------------------------
 

Jorge Nuno de Moura Leite

 

Jorge Nuno de Moura Leite, 2.º Sargento Mecânico Rádio, nascido no dia 12 de Janeiro de 1928, na freguesia e concelho de Vendas Novas, filho de Joaquim de Oliveira Leite e de Ilda Alice Rosa de Moura Leite, casado com Maria Ivone Onofre da Costa Pinto de Moura Leite.

 

Mobilizado pelo Regimento de Lanceiros 2 (RL2 - Lisboa) para servir Portugal na Província Ultramarina de Angola integrado no Esquadrão de Cavalaria 295 do Grupo de Cavalaria 345 «EU QUERO».

 

Faleceu, no dia 21 de Fevereiro de 1963, no Hospital Militar 124 (HM124 - Luanda), vítima de acidente com arma de fogo, ocorrido em São Salvador (Angola).

 

Tinha 35 anos de idade.

 

Está inumado no cemitério do Estoril, no concelho de Cascais.

 

Imagem cedida pelo veterano Miguel Oliveira

 

--------------------------

 

Luís Galvão dos Santos

 

 

Luís Galvão dos Santos, Soldado Pára-Quedista, titular do brevet n.º 5335, nascido no dia 28 de Outubro de 1946, no lugar da Moinhola, freguesia da Landeira, concelho de Vendas Novas.

 

Mobilizado pelo Regimento de Caçadores Pára-Quedistas (RCP - Tancos) para servir Portugal na Província Ultramarina da Guiné integrado na Companhia de Caçadores Pára-Quedistas 122 (CCP122) do Batalhão de Caçadores Pára-Quedistas 12 (BCP12) «UNIDADE E LUTA».

 

Faleceu, no dia 28 de Agosto de 1968, em Guileje, fronteira de Gandembel, durante a operação "Júpiter".

 

Tinha 21 anos de idade.

 

Está inumado no coval 8, talhão 4, do cemitério da freguesia da Landeira, concelho de Vendas Novas.

 

--------------------------

 

Manuel da Conceição Branco

 

Manuel da Conceição Branco, 1.º Cabo Atirador de Cavalaria, n.º 06379371, natural da freguesia e concelho de Vendas Novas, filho de Isidoro da Conceição e de Maria Branco, solteiro.

 

Mobilizado pelo Regimento de Cavalaria 3 (RC3 - Estremoz) para servir Portugal na Província Ultramarina integrado na Companhia de Cavalaria 3463 do Batalhão de Cavalaria 3864 «NA GUERRA CONDUTA MAIS BRILHANTE».

 

Faleceu, no dia 18 de Novembro de 1973, em Piche, vítima de acidente com arma de fogo, devido a explosão de granada de lança-granadas foguete, ao preparar uma patrulha.

 

Está inumado no cemitério municipal de Vendas Novas.

 

--------------------------

 

Manuel da Conceição Gonçalves

 

Manuel da Conceição Gonçalves, Soldado Atirador de Cavalaria, n.º 01725070, natural da freguesia e concelho de Vendas Novas, filho de Raul Gonçalves e de Antónia Maria da Conceição, solteiro.

 

Mobilizado pelo Regimento de Cavalaria 3 (RC3 - Estremoz) para servir Portugal na Província Ultramarina da Guiné integrado na Companhia de Cavalaria 2749 do  Batalhão de Cavalaria 2922 «À CARGA!».

 

Faleceu, no dia 5 de Outubro de 1970, em Dunane, vítima de acidente com arma de fogo (tiro inopinado das Nossas Tropas).

 

Está sepultado no cemitério municipal de Vendas Novas.


--------------------------

 

Manuel Felício Gomes

 

Manuel Felício Gomes Pereira, Soldado Atirador de Artilharia, n.º 1243570, natural da freguesia de Nossa Senhora do Bispo (Matriz), concelho de Montemor-o-Novo, filho de Victor Manuel Pereira Júnior e de Balbina Maria Gomes Parola, solteiro.

 

Mobilizado pelo Grupo de Artilharia Contra Aeronaves 2 (GACA2 - Torres Novas) para servir Portugal na Província Ultramarina de Moçambique integrado na  Companhia de Artilharia 2630 (CArt2630) do Batalhão de Artilharia 2898 (BArt2898) «UNIDOS VENCEREMOS».

 

Faleceu, no dia 16 de Outubro de 1971, na enfermaria do Sector "A", em Vila Cabral, vítima de ferimentos em combate.

 

Está inumado no cemitério municipal de Vendas Novas.

 

--------------------------

 

Manuel Joaquim da Silva

 

Manuel Joaquim da Silva, 2.º Sargento de Infantaria, n.º 51214811, natural da freguesia de Lavre, concelho de Montemor-o-Novo, filho de Joaquim Manuel da Silva e de Joaquina Maria de Sousa, casado com Ângela Mendes Correia.

 

Mobilizado pelo Regimento de Infantaria 16 (RI16 - Évora) para servir Portugal na Província Ultramarina da Guiné integrado na Companhia de Comando e Serviços do Quartel General do Comando Territorial Independente da Guiné (CTIG).

 

Faleceu, no dia 12 de Dezembro de 1968, no Hospital Militar Principal (HMP - Lisboa), vítima de doença.

 

Está inumado no cemitério municipal de Vendas Novas.

 

--------------------------

 

Manuel Joaquim Várzea do Sado

 

Manuel Joaquim Várzea do Sado, Soldado Atirador de Infantaria, n.º 07124066, natural da freguesia e concelho de Vendas Novas, filho de Joaquim Marques Sado e de Jacinta Maria Fonseca, solteiro.

 

Mobilizado pelo Regimento de Infantaria 16 (RI16 - Évora) para servir Portugal na Província Ultramarina da Guiné integrado na Companhia de Caçadores 1686 (CCac1686) «OS FERAS DA GUINÉ» do Batalhão de Caçadores 1912 (BCac1912) «SE FIZERAM POR ARMAS TÃO SUBIDOS».

 

Faleceu, no dia 7 de Outubro de 1967, em Tenha - Locher, no itinerário Mansoa - Mamboncó, vítima de ferimentos em combate.

 

Restos mortais não recuperados.

 

Agraciado, a título póstumo, com a Medalha da Cruz de Guerra de 4.ª classe, publicado na Ordem de Serviço n.º 39, de 12 de Setembro de 1968, do Quartel General do Comando Territorial Independente da Guiné (QG/CTIG), e na Ordem do Exército n.º 25 - 3.ª série, de 1969.

 

--------------------------

 

Manuel Lizardo Gonçalves Anes

 

Manuel Lizardo Gonçalves Anes, 1.º Cabo Atirador de Infantaria, n.º 02196265, natural da freguesia e concelho de Vendas Novas, filho de José António Anes e de Maria do Rosário Gonçalves, solteiro.

 

Mobilizado pelo Regimento de Infantaria 16 (RI16 - Évora) para servir Portugal na Província na Província Ultramarina de Moçambique integrado na Companhia de Comando e Serviços (CCS) do Batalhão de Caçadores 1878 (BCac1878) «CONDUTA NOBRE E BRAVA».

 

Faleceu, no dia 7 de Agosto de 1966, no itinerário de Lugela - Mocuba, vítima de acidente de viação.

 

Está inumado na sepultura n.º 150/66, do cemitério de Santa Isabel, em Mocuba (Moçambique).

 

--------------------------

 

Rodérico Francisco Piegas

 

Rodérico Francisco Piegas, 2.º Sargento de Artilharia, n.º 50456311, natural da freguesia de Nossa Senhora da Vila, concelho de Montemor-o-Novo, filho de Frederico António Piegas e de Isabel Maria Gatinho, casado com Luzia Delfina Correia.

 

Mobilizado pelo Regimento de Artilharia Pesada 2 (RAP2 - Vila Nova de Gaia) para servir Portugal na Província Ultramarina de Moçambique integrado na Companhia de Comando e Serviços (CCS) do Batalhão de Artilharia 2869 (BArt2869) «BRAVOS E SEMPRE LEAIS» - OS IMPALAS».

 

Faleceu, no dia 11 de Julho de 1970, no campo de aviação de Marrupa, vítima de acidente de viação.

 

Está inumado no cemitério municipal de Vendas Novas

 

--------------------------

 

Vitorino António Valentim

 

Vitorino António Valentim, 1.º Sargento de Engenharia, n.º 46311062, natural da freguesia e concelho de Vendas Novas, filho de José António Valentim e de Leonor Pereira, casado com Susete Matos Martins Valentim.

 

Mobilizado pelo Batalhão de Sapadores de Caminhos de Ferro (BSCF - Lisboa) para servir Portugal na Província Ultramarina de Angola integrado na Companhia de Comando e Serviços (CCS) do Quartel General da Região Militar de Angola (QG/RMA).

 

Faleceu, no dia 8 de Setembro de 1975, no Hospital Militar de Luanda, vítima de acidente com arma de fogo, devido ao rebentamento de granada de mão ofensiva.

 

Está inumado no cemitério de Benfica, em Lisboa.

 

 

As suas Almas repousam em Paz

 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo