.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Memoriais

Monumentos aos Combatentes, Memoriais e Campas

 

Monumentos aos Combatentes e Campas

Em memória daqueles que tombaram em defesa de

Portugal na Guerra do Ultramar

 

Vila do Corvo

 

Para visualização dos conteúdos clique no sublinhado

 

Listagem dos mortos naturais do concelho de Vila do Corvo

 

Vila do Corvo

Elementos cedidos por um Veterano

 

Homenagem aos Militares Falecidos em Combate

 

Inaugurado no dia 1 de Maio de 2004

 

Fonte:

 

Geração da Guerra

 

- «A geração da guerra, são os que nasceram nas décadas de 40 e 50 [início] do século passado.

Esta geração, que eu considero geração de ouro, nasceu em tempos difíceis, durante ou no pós-segunda guerra mundial.

Eram tempos muito difíceis, quer provocados pela guerra, mas também devido às condições adversas em que se vivia e trabalhava na nossa terra.

Esta geração apanhou os tempos de se ter de desterrar para a terra produzir, de transportar estrume, de lavrar as terras com arados puxados a bois, trabalhos muito árduos. Ter que trabalhar muito milho, trigo, batata, feijão, etc.


[...]

Há dias um amigo dizia-me: "não sei como aguentavam os nossos soldados nos matos de África, em condições extremamente adversas".
A resposta é muito simples: é que os nossos soldados saíam das suas terras, habituados ao trabalho duro dos campos, do mar e da indústria.

[...]

Julgo não ser exagero, dizer que nenhuma outra geração, desde o povoamento da nossa terra, sofreu tantas e tão profundas alterações como esta geração da guerra.»

(Lino Luís Freitas Fraga, soldado atirador 108/65, BA9-Luanda 1966-68; Ponta Delgada 20Jan2008)

 

 

 

 

Os nomes dos militares gravados no monumento:

 

 

José Luís das Pedras Pimpão

 

José Luís das Pedras Pimpão, 1.º Cabo Atirador, n.º 19291368, nascido no dia 20 de Novembro de 1947, na freguesia de Vila Nova do Corvo, concelho de Vila do Corvo (Açores), solteiro, filho de João Machado Curvelo Pimpão e de Lúcia da Conceição Pedras.

 

Mobilizado pelo Batalhão Independente de Infantaria 17 (BII17 - Angra do Heroísmo) para servir Portugal na Província Ultramarina de Moçambique integrado na Companhia de Caçadores 2422 «ODERINT DUM METUANT - QUE ME DETESTEM, CONTANDO QUE ME TEMAM».

 

Faleceu no dia 6 de Agosto de 1969, na região de Diaca, vítima de ferimentos em combate.

 

Tinha 21 anos de idade.

 

Está sepultado no cemitério da Vila do Corvo (Açores).

 

 

Manuel Freitas Dias

 

 

Manuel Freitas Dias, 1.º Cabo Corneteiro, n.º 12421272, nascido no dia 8 de Dezembro de 1952, na freguesia de Fazenda, concelho das Lajes das Flores (Açores), solteiro, filho de Manuel António Dias e de Marina Freitas Dias.

 

Mobilizado pelo Batalhão Independente de Infantaria 18 (BII18 - Ponta Delgada) para servir Portugal na Província Ultramarina de Moçambique integrado na 2.ª Companhia do Batalhão de Caçadores 4811/72 «CUJA FAMA VIRÁ QUE DOME».

 

Faleceu no dia 15 de Novembro de 1973, na picada entre Luatize e Nova Viseu, vítima de ferimentos em combate, por accionamento de mina anti-carro.

 

Tinha 20 anos de idade.

 

Está sepultado no cemitério da Vila do Corvo (Açores)

 

 

 

Que as suas Almas descansem Paz

------------------------------------------

Fonte:

«Estes são alguns dos combatentes da Guerra do Ultramar, nas Províncias Ultramarinas de Angola, Moçambique e Guiné, entre 1961 e 1974.

Esta foto foi tirada, no terceiro encontro dos combatentes do Corvo, que se realizou a 24 de Julho de 2007, do programa constou missa por alma dos falecidos na guerra, homenagem junto ao monumento aos mortos no Ultramar e terminou com um jantar convivio que reuniu cerca de 70 pessoas.
»

 

 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo