Moçambique - Guerra do Ultramar Automobilia Ibérica - Histórico Automóvel Clube de Entre Tejo e Sado (HACETS)

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

NOTÍCIA 

 

Enviado por José Lessa (joselessa@sapo.pt)

 

----- Mensagem encaminhada de joselessa@sapo.pt -----

Data: Sun, 23 Dec 2007 21:29:26 +0000

De: joselessa@sapo.pt

Assunto: C.CAC.3513 - Quiende / Angola

Para: Terraweb <Terraweb@sapo.pt>

 

Prenda de Natal

 

Não esperava, por isso ainda mais me comoveu o telefonema.

Eram mais ou menos 17.00 Horas, tocou o telemóvel, olhei o numero e não o reconheci, deu para perceber que se tratava de uma ligação internacional mas como tenho clientes nos quatro cantos do Mundo, pensei tratar-se de algum deles a desejar-me Boas Festas...

Atendi e não reconheci a voz, o Alberto (Tondela) viu que eu não chegaria "lá" e identificou-se...

A última vez e única desde que viemos em 1974, que nos encontramos foi este ano em Belém no almoço que ali realizamos em Junho, o Alberto estava bem e logo o reconheci, tive em Angola muitos momentos partilhados com ele.

O Alberto era casado e tinha um filho quando fomos para Angola, isso transtornava-o bastante e tivemos momentos de dificuldade para o segurar.

Ele era Condutor Auto e passava nas picadas muito tempo, psicologicamente passou momentos difíceis e isso uniu-nos bastante com a minha forma de ser e de agir e com a ajuda do Capitão Amado e do Manuel Pimenta, este sendo seu conterrâneo acompanhou bastante este amigo.

Depois do nosso regresso o Alberto imigrou para os Estados Unidos, em 1976, estive em Santa Comba Dão e com o Manuel Pimenta fomos tentar saber noticias dele e soubemos da sua aventura na terra do Tio Sam, deixei um cartão que lhe foi entregue em Janeiro deste ano o suficiente para me contactar e vir ao nosso almoço.

Obrigado Alberto, deste-me a melhor prenda deste Natal, fiquei muito feliz em saber que estás bem e mais ainda em saber que voltas em Janeiro próximo, pelo que já ficou marcado um almoço para essa altura.

São estes momentos que nos dão um conforto inimaginável e uma sensação de dever cumprido.

Obrigado Alberto e cá te esperamos no inicio do próximo ano.

José Lessa

Voltar ao topo