.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Condecorações

Almirante Nuno Gonçalo Vieira Matias - Medalha de Prata de Serviços Distintos, com palma

 

 

HONRA E GLÓRIA

e

Nota de óbito

Elementos cedidos por um colaborador do portal UTW

 

Faleceu, no dia 13 de Junho de 2020, o veterano

 

 

Nuno Gonçalo Vieira Matias

 

Almirante, na situação de reforma

 

Medalha de Prata de Serviços Distintos, com palma

 

Nuno Gonçalo Vieira Matias, Almirante, na situação de reforma, nasceu no dia 9 de Julho de 1939, em Porto de Mós.


Em 1958, após frequentar o ano preparatório na Escola do Exército, ingressou na Escola Naval;


Em 1961, concluído o curso da Escola Naval, foi promovido a 2º tenente e voluntariou-se para servir Portugal na Província Ultramarina de Angola, embarcando na fragata F330 'Vasco da Gama';


Em 1963 regressou à Escola de Fuzileiros Navais;


Desde 21 de Abril de 1968 até 25 de Janeiro de 1970, serviu Portugal na Província Ultramarina da Guiné como 1º tenente fuzileiro especial comandante do Destacamento de Fuzileiros Especiais n.º 13 (DFE13);


No Louvor conferido, no final da comissão, pelo Comandante-Chefe das Forças Armadas da Guiné, é referido:


- «O Destacamento de Fuzileiros Especiais n.º 13 (DFE13) desenvolveu notável actividade operacional obtendo 32 contactos de fogo dos quais resultaram 42 inimigos mortos confirmados e 43 capturados.


Merece destacado realce a muito importante intervenção desta unidade na operação “Grande Colheita” em que foi apreendida tão elevada quantidade de material ao inimigo que constituiu para este um rude golpe no seu sistema de reabastecimento.


Destacamento de Fuzileiros Especiais altamente disciplinado, de inexcedível aprumo, revelando grande espírito de unidade, sempre mostrou, graças à categoria do seu Comandante e restantes graduados e ao valor dos seus componentes, notáveis qualidades de eficiência em combate, sentido de manobra no terreno, agressividade, abnegação e espírito de sacrifício.


Cumpro o dever de justiça de louvar o Destacamento de Fuzileiros Especiais n.º 13 (DFE13), verdadeira Unidade de elite que de forma tão brilhante soube prestigiar na Guiné as notáveis tradições da Marinha e das Forças Armadas Portuguesas.»


Em 1970 foi agraciado com a Medalha de Prata de Serviços Distintos com palma.


Desempenhou depois, sucessivamente, as funções de professor da Escola Naval e de director do Laboratório de Explosivos, comandante da Força de Fuzileiros do Continente, capitão dos portos de Portimão e de Lagos, comandante da fragata F480 'João Belo', chefe de divisão do Estado-Maior da Armada e professor do Instituto Superior Naval de Guerra.


Em 11 de Maio de 1995, vice-almirante, nomeado para exercer o cargo de comandante-chefe da Área Ibero-Atlântica (CINCIBERLANT).


Em 18 de Abril de 1997 promovido a almirante Chefe do Estado-Maior da Armada.


Em 2002 cessou todas as funções e passou à situação de reforma.


Posteriormente, exerceu a presidência do Conselho Supremo da Liga dos Combatentes.


Faleceu no dia 13 de Junho de 2020.

 


A sua Alma repousa em Paz.

 

------------------------

 

in site da Marinha Portuguesa

https://www.marinha.pt/pt/media-center/Noticias/Paginas/Ate-sempre-Senhor-Almirante-Vieira-Matias.aspx

 

13 DE JUNHO DE 2020, 12:55


​​​​À família e amigos a Marinha apresenta, nesta hora de dor, sentidas condolências.


Um dos mais notáveis lideres e militares contemporâneos com uma carreira brilhante ao serviço da Marinha e de Portugal, o Almirante Vieira Matias parte assim para a missão eterna.


Senhor Almirante, continuaremos a navegar inspirados pelo seu exemplo de militar, marinheiro e cidadão exemplar no seu amor ao mar e à Pátria.


Amanhã, dia 14 de junho realiza-se o velório, limitado à família.


​Segunda-feira, dia 15 de junho, realiza-se a missa de corpo presente às 10h15 na Nave Principal do Santo Condestável, que será presidida pelo Bispo das Forças Armadas, D. Rui Valério.


O funeral realiza-se no mesmo dia no Cemitério dos Prazeres às 11h00. Não há limitações de número de pessoas mas é obrigatório o uso de máscara e a observação do distanciamento social.

 

------------------------


 Revista 'O Desembarque' ed. 15, Mar2013:

 

 

 

 

------------------------

Sítio de José Ribeiro e Castro, in facebook

 

15Jun2020 - Cemitério dos Prazeres, em Lisboa

 

«Despedida de um muito grande português: Almirante Nuno Vieira Matias.
Um grande de Portugal
»

José Ribeiro e Castro

 

 

 

 01-Almirante-Nuno-Vieira-Matias

02-Almirante-Nuno-Vieira-Matias

03-Almirante-Nuno-Vieira-Matias

04-Almirante-Nuno-Vieira-Matias

05-Almirante-Nuno-Vieira-Matias

06-Almirante-Nuno-Vieira-Matias

07-Almirante-Nuno-Vieira-Matias

 

 

 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo