.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTW

Angola

ANGOLA - IMAGENS - Cedidas por ex-Combatentes ou em sites próprios

 

Elementos cedidos por um Veterano, e pelo

ex- Alferes Mil.º de Cavalaria (AML - Panhard) Marques Pinto

 

 

 

Custódio Pouseiro

 

Companhia de Caçadores 2356

 

Batalhão de Caçadores 2841

 

Angola: 06Abr1968 a 08Mai1970

 

Alferes Mil.º Borges de Macedo «Bomba»

Caro combatente dos Gorilas do Maiombe.

Sei, tal como acontece comigo, as lembranças daquele inferno do Chimbete o devem perturbar e, nem os estridentes sons dos papagaios, dos periquitos, dos ratos voadores, o zumbido das melgas, a queda de arvores à passagem dos elefantes e dos gorilas e os silenciosos mas infeciosos miruins e matacanhas, sons e efeitos, que ainda hoje temos nos ouvidos e na pele, nos tiram a lucidez de relatar com pormenor a guerra em que participamos curiosamente na mesma época de 68/70.

O caminho do Sangamongo pintado de vermelho com o sangue dos nossos camaradas era um autêntico inferno

As duas emboscadas que ali sofremos eram previsíveis e mais dia menos dia tinham que acontecer. A proximidade com o Congo dava-lhes essa vantagem.

A segunda em que morreu o Alf. Borges de Macedo "BOMBA", 9 meses após termos chegado ao Chimbete, apanhou-nos completamente diminuídos física e animicamente.

Mas em guerra manda quem pode e obedece quem deve, e, foi com este espírito, que ao ouvirmos os primeiros tiros arrancamos em auxílio dos nossos camaradas.

Foi terrível, por momentos um silêncio de morte, seguiram-se tiros e mais tiros, que terão morto o tal mercenário cubano Margot Cruz. A emboscada deu-se a seguir à clareira onde normalmente vinham os burros para transportar os mantimentos para o Sangamongo. Na descida os turras colocaram-se do lado esquerdo da picada de quem vai do Chimbete para o Sangamongo no cruzamento para Sanguande "madeireiros" e abriram fogo de rajadas e com as bazucas incendiaram os unimogues. Morreram 5 e os outros 16 feridos podiam muito bem ter lá ficado também.

A descrição está feita neste meu depoimento.

Se conhecia o ex-Alf. Borges de Macedo, deve ficar a saber que ele era muito destemido, desafiava constantemente o inimigo, na picada ia sempre de pé à frente nos unimogues, era um rapaz com personalidade muito vincada, militar QB, mas muito respeitador dos seus homens. O grupo dele era como que um clã "O lema deles é de que a mata era do BOMBA e, chegavam a gritar em plena mata que os bombas eram os melhores".

Um abraço

Custódio Pouseiro

---------------------------------------------------------

Os 5 Mortos da CCac2356/BCac2841:

Joaquim Albano Mesquita Borges de Macedo

Alferes Mil.º Atirador, n.º mec. 06475866, natural da freguesia de Penso (São Vicente), concelho de Braga, mobilizado pelo Regimento de Infantaria 2, para servir na Região Militar de Angola, integrado na Companhia de Caçadores 2356 do Batalhão de Caçadores 2841. Tombou em combate no dia 22 de Dezembro de 1968. Está sepultado no cemitério concelhio.

José Miguel Ferreira Félix

1.º Cabo Atirador, n.º mec. 06099467, natural de Olho Marinho, concelho de Óbidos, mobilizado pelo Regimento de Infantaria 2, para servir na Região Militar de Angola, integrado na Companhia de Caçadores 2356 do Batalhão de Caçadores 2841. Tombou em combate no dia 22 de Dezembro de 1968. Está sepultado no cemitério da freguesia de naturalidade.

Gil da Conceição Escapa

Soldado Atirador, n.º mec. 06860487, natural da freguesia de Alcanhões, concelho de Santarém, mobilizado pelo Regimento de Infantaria 2, para servir na Região Militar de Angola, integrado na Companhia de Caçadores 2356 do Batalhão de Caçadores 2841. Tombou em combate no dia 22 de Dezembro de 1968. Está sepultado no cemitério da freguesia de naturalidade.

João Manuel Prudêncio dos Reis

Soldado Atirador, n.º mec. 06234566, natural de Santos, freguesia Tremês, concelho de Santarém, mobilizado pelo Regimento de Infantaria 2, para servir na Região Militar de Angola, integrado na Companhia de Caçadores 2356 do Batalhão de Caçadores 2841. Tombou em combate no dia 22 de Dezembro de 1968. Está sepultado no cemitério da localidade de nascimento.

Joaquim António Vicente Alves (Caldas da Rainha

Soldado Atirador, n.º mec. 06212467, natural da freguesia da Nossa Senhora do Pópulo, concelho das Caldas da Rainha, mobilizado pelo Regimento de Infantaria 2, para servir na Região Militar de Angola, integrado na Companhia de Caçadores 2356 do Batalhão de Caçadores 2841. Tombou em combate no dia 22 de Dezembro de 1968. Está sepultado no cemitério concelhio.

 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo