.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Moçambique

Companhia de Caçadores 2759 «OS KURIKAS»: 15Ago1970 a 20Nov1972

 

Elementos cedidos pelo veterano

Victor Diomar Morgado Alves Lourenço,

ex- Alferes Mil.º de Infantaria

 

 

Companhia de Caçadores 2759

 

«OS KURIKAS»

 

«Dado ao mundo por Deus, que todo o mande para do mundo a Deus dar parte grande»

 

Moçambique

 

15Ago1970 a 20Nov1972

 

O livro:

 

«História da Companhia de Caçadores 2759»

 

Manuel Augusto Pinho

 

Manuel Augusto Pinho, ex- 1.º Cabo Operador Cripto, nascido a 24 de Novembro de 1948 no lugar de Gândara, concelho de Vagos. Filho de pequenos agricultores e é o mais velho de cinco irmãos.

Após o ensino primário frequentou o Seminário de Aveiro durante dois anos. Saiu e foi trabalhar para as Salinas em Aveiro, nos períodos de verão. De inverno trabalhava na construção civil.

À noite estudou e conseguiu concluir o "Curso de Dactilografia", o qual talvez tenha influenciado a escolha da especialidade de Operador Cripto, a qual conclui com sucesso e daí a sua colocação na CCac2759, à qual se orgulha de ter pertencido.

Durante a comissão por terras de moçambique desempenhou com orgulho e patriotismo as funções que lhe foram atribuídas. Tendo, por isso, recebido um Diploma Louvor concedido pelo comando de serviço de reconhecimento das transmissões, pelo Ministério do Exército.

 

 

título: «História da Companhia de Caçadores 2759

autor e editor: Manuel Augusto Pinho e Filipa Pinho

 

composição e coordenação: do autor

execução: OMD Artes Gráficas

depósito legal: 399391/15

ISNB: 978-989-20-6122-1

 

Nota introdutória:

 

Este pequeno documentário surge quarenta e cinco anos depois e é o resultado de conversas tidas com alguns elementos da C.CAÇ. 2759 aproveitando o facto de haver fotografias (quase todas feitas por mim) e alguns documentos e memórias que comprovam o nosso percurso militar.

 

Tudo teve início na Madeira, depois veio ao Continente e finalmente terminou em Moçambique regressando novamente às nossas origens em 22 de Novembro de 1972. Apesar de não nos restar grande opção senão a de servir a Pátria, foi a razão pela qual se juntaram filhos de muitas Mães que se foram conhecendo e criando laços de respeito e amizade que ainda hoje perduram. Os momentos que vivemos juntos a isso nos levaram!

Infelizmente a sorte não tocou a todos e alguns companheiros não regressaram vivos, mas não estão esquecidos, pois além da visita e colocação de lápides em sua memória nos diversos cemitérios onde estão sepultados, são também lembrados um a um na Missa que se celebra em todos os nossos encontros da Companhia.

 

Estes encontros são realizados sob a coordenação do nosso companheiro José Gouveia missão que assumiu desde o encontro por ele organizado na sua terra natal, Régua em 2007. Ele coordena todos os encontros anuais realizados nos diversos pontos do País de onde são naturais os elementos que se dispõem a organizar.

 

Os encontros tornaram-se ainda mais ricos porque já envolvem também os nossos filhos e netos. Normalmente duram em média 3 dias e os seus organizadores presenteiam-nos com boa estadia e proporcionam-nos visitas em especial às zonas Históricas da sua terra.

 

Surgiu também a vontade de colocar tudo isto em papel para que se faça registo de parte da História desta Companhia e por outro lado para que conste o nosso patriotismo ao cumprirmos o nosso dever de cidadãos por termos servido a Pátria com valentia.

 

Este livro foi feito com os documentos que foi possível reunir.

 

Peço desculpa por qualquer omissão.

Manuel Augusto Pinho

 

Algumas imagens extraídas do livro:

 

Capitão e Oficiais: Saída de Lisboa com destino a Moçambique

 

Mecumbura: Furriel Araújo, Pires, Pinho, Machado, Monteiro e Gonçalves

 

Quartel de Mecumbura

 

Hora do Rancho

 

A Equipa de futebol

 

Posto de Tratamento e Controlo Sanitário

 

Monumento da Nossa presença no Daque

 

Quartel do Daque

 

Hora da refeição!

 

Viaturas acidentadas por rebentamento de minas

 

Viatura acidentada por rebentamento de minas

 

Monumento aos falecidos

 

 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo