.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

 

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Condecorações

José Marques Valente, Tenente Mil.º de Infantaria, na situação de disponibilidade

 

"Pouco se fala hoje em dia nestas coisas mas é bom que para preservação do nosso orgulho como Portugueses, elas não se esqueçam"

 

Barata da Silva, Vice-Comodoro

 

HONRA E GLÓRIA

Elementos cedidos por um colaborador do portal UTW

 

 

Jos-Marques-Valente-350CG-3-Classe-350

José Marques Valente

 

Tenente Mil.º de Infantaria, na situação de disponibilidade

 

Companhia de Caçadores 1550

 

Batalhão de Caçadores 1888

«VENDO, TRATANDO E PELEJANDO»

 

Guiné: 26Abr1966 a 17Jan1968

 

Cruz de Guerra de 3.ª classe

 

Louvor Individual

 

Prémio Governador da Guiné

 

 

Brevíssima Resenha Castrense

 

José Marques Valente, Tenente Mil.º de Infantaria, na situação de disponibilidade;


EPIEm 31 de Outubro de 1965, Soldado-Cadete, com o n.º mecanográfico 08763563, da Escola Prática de RI1Infantaria (EPI - Mafra) «AD UNUM», promovido a Aspirante-a-Oficial Mil.º Atirador de Infantaria e colocado no Regimento de Infantaria 1 (RI1 - Amadora) «UBI GLORIA OMNE PERICULUM DULCE»;


Em 20 de Abril de 1966, tendo sido mobilizado para servir CCac1550-280Portugal na Província Ultramarina da Guiné, embarca em Lisboa no BCac1888-GNTT 'Uíge' rumo ao estuário do Geba (Bissau), como Alferes Mil.º adjunto do comandante [Capitão Mil.º de Infantaria Agostinho Duarte Belo] da Companhia de Caçadores 1550 (CCac1550) do Batalhão de Caçadores 1888 (BCac1888- RI1) «VENDO, TRATANDO E PELEJANDO»;


CCac675A sua subunidade de infantaria, após o desembarque, BArt733seguiu imediatamente para Farim, a fim de substituir a Companhia de Caçadores 675 (CCac675) «NUNCA CEDERÁ», como subunidade de intervenção e reserva do sector, ficando integrada no dispositivo e manobra do Batalhão de Artilharia 733 (BArt733) «VALOROSOS, AUDAZES BCac1887E CORAJOSOS» e depois do Batalhão de Caçadores 1887 (BCac1887) «AUDÁCIA, LEALDADE E FIRMEZA», orientada para a CCac1546realização de patrulhamentos, emboscadas e acções sobre os corredores de Sambuiá e Samine; em 28 de Dezembro de 1966, foi rendida pela Companhia de Caçadores 1546 (CCac1546) «JUSTIÇA E GLÓRIA» do Batalhão de Caçadores 1887 (BCac1887) «AUDÁCIA, LEALDADE E FIRMEZA», e após curta permanência em Bissau, seguiu em 3 de Janeiro de 1967 para Xime, a fim de substituir a Companhia de Cavalaria 1482 CCav1482(CCav1482); em 11 de Janeiro de 1967, assumiu a responsabilidade do subsector de Xime, com efectivos destacados em Ponta do Inglês, Taibatá e Galomaro e CArt1746depois ainda em Demba Taco, Samba Sílate e Candamã, estes por períodos curtos e variáveis, ficando então integrada no dispositivo e manobra do seu batalhão; em 9 de Janeiro de 1968, foi rendida no subsector de Xime pela Companhia de Artilharia 1746 (CArt1746) «O CÉU, A TERRA E AS ONDAS ATROANDO» e recolheu seguidamente a Bissau, a fim de aguardar o embarque de regresso.

 

CG-3-Classe-350Louvado por feitos em combate no teatro de operações da Guiné, por despacho de 23 de Fevereiro de 1967 e por proposta do Exm.º Comandante do Comando de Agrupamento 24 (CmdAgr24) «PREVISÃO E ACÇÃO», publicado na Ordem de Serviço n.º 11, de 2 de Março de 1967, do Quartel General do Comando Territorial Independente da Guiné;

 

00-Guin-czAgraciado com a Medalha da Cruz de Guerra de 3.ª classe, pela Portaria de 25 de Abril de 1967, publicada na Ordem do Exército n.º 11 – 2.ª série, de 1967;

 

Galardoado com o Prémio Governador da Guiné, publicado no Jornal do Exército n.º 96, de Dezembro de 1967, página 22


No dia 17 de Janeiro de 1968, embarca de regresso à Metrópole no NTT ‘Uíge, que aporta ao cais fluvial de Lisboa no dia 22 de Janeiro de 1968;


Desde 1 de Dezembro de 1968 considerado Tenente Mil.º na situação de disponibilidade.
 

 

 Jos-Marques-Valente-920-1

 

 Jos-Marques-Valente-920

 

 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo