.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Actualizações

Continuação das "NOVIDADES" publicadas na página de entrada do site

 

UTW Dos Veteranos da Guerra do Ultramar 250Continuação das actualizações de Agosto de 2015

 

Para visualização clique em cada um dos sublinhados que se seguem:

31Ago - Criado o sítio de João Dória Nóbrega, Alferes Mil.º Médico, mobilizado pelo Batalhão de Caçadores 10 para servir na província ultramarina portuguesa de Angola, integrado na Companhia de Caçadores 388 do Batalhão de Caçadores 381 «DIABOS», no período de 1962 a 1965. Celebra, amanhã, o 81.º aniversário. Elementos cedidos por um colaborador do portal UTW

31Ago - Encontros: Imagens do encontro convívio da Companhia de Caçadores 2471 «A BAIDOSA» do Batalhão de Caçadores 2863, serviu na província ultramarina portuguesa de Moçambique (Muze - Tete e Molumbo - Zambézia), no período de 1969 a 1971. Cedidas pelo veterano Carlos Alberto Silva

30Ago - Encontros: 32.º Almoço Convívio e Comemoração do 43.º Aniversário do Regresso da Companhia de Artilharia 2745 «ÁGUIAS DO ROVUMA», do Batalhão de Artilharia 2921. Serviu na província ultramarina portuguesa de Moçambique (Tartibo e Nangade, em Cabo Delgado, e Nova Freixo, no Niassa), no período de 1970 a 1972, vai realizar-se em Tornada (Caldas da Rainha), no dia 3 de Outubro de 2015. Informação de Inocêncio Santos

29Ago - Textos: "O encanto das fardas..." - autor: Tenente-General Figueiredo Valente. «... A situação que herdei do anterior Batalhão e que envolvia a Milícia de Tite, era devida ao facto de algumas mulheres, de etnia Balanta, terem fugido aos respectivos maridos, já velhos, abandonando-os para irem viver com elementos da Milícia, mais jovens que os maridos abandonados, seduzidas talvez pelo encanto da farda e pelo estatuto social mas também pela melhor vida conjugal e mais conforto que os milícias e o seu vencimento, lhes podiam proporcionar. Curiosamente, estes casos traziam-me à lembrança uma versão caricatural do histórico "Rapto das Sabinas", em que desta vez eram as mulheres que tomavam a iniciativa de se ir "apossar" dos homens desejados....». Elementos cedidos por um colaborador do portal UTW

29Ago - Encontros: 11.º Almoço Convívio do Pelotão de Morteiros 1235 «OS INTOCÁVEIS». Serviu na província ultramarina portuguesa de Angola, no período de 1967 a 1969, vai realizar-se em Lagos (Algarve), no dia 17 de Outubro de 2015. Informação de Victor Silva

29Ago - Brasões, Guiões e Crachás: Imagem do distintivo do Pelotão de Morteiros 1235 «OS INTOCÁVEIS». Serviu na província ultramarina portuguesa de Angola, no período de 1967 a 1969. Cedida pelo veterano veterano Victor Silva

28Ago - Monumentos aos Combatentes, Memoriais e Campas: Vila Franca de Xira: Monumento aos Combatentes do Concelho de Vila Franca de Xira. Inauguração no dia 5 de Setembro de 2015. «CHAMADOS A SERVIR O SEU PAÍS, TOMBARAM NO CAMPO DA HONRA EM DEFESA DA PÁTRIA». «... Cabe às actuais gerações deixar às vindouras o memorial dos históricos acontecimentos vividos pelos nossos combatentes, nesse duros esforços que a Pátria foi chamada. ...». Imagens cedidas por Alberto Meireles

27Ago - Monumentos aos Combatentes, Memoriais e Campas: Cadafais (Alenquer) - António David Sequeira Malta, 1.º Cabo Condutor n.º 04159865, natural da freguesia de Cadafais, concelho de Alenquer, mobilizado pelo Regimento de Cavalaria 7 para servir na província ultramarina portuguesa de Moçambique integrado na Companhia de Cavalaria 1510 do Batalhão de Cavalaria 1880 «A SORTE PROTEGE OS VALENTES». Tombou em combate no dia 3 de Março de 1966. Está sepultado na campa 12-1-1 do cemitério de Mueda (Cabo Delgado), em Moçambique. Que a sua Alma descanse em Paz. Imagens cedidas por Alberto Meireles

26Ago - PONTO DA SITUAÇÃO - 25 DE AGOSTO DE 2015 - «Marcelino da Mata - o dever de ajudar um Herói de Portugal» - "O verdadeiro dever de memória, para além de fantasias, é transmitir aos mais novos o culto e amizade pelos heróis da Pátria", in fórum dos Veteranos da Guerra do Ultramar

25Ago - Criado o sítio do: Batalhão de Cavalaria 1879 «NA GUERRA CONDUTA MAIS BRILHANTE». Serviu na província ultramarina portuguesa de Moçambique, no período de 31 de Janeiro de 1966 a 27 de Fevereiro de 1968. Elementos cedidos por um colaborador do portal UTW

25Ago - Procura: O veterano José Fernando Pereira Moreira que no período de 1970 a 1973 serviu na província ultramarina portuguesa de Angola integrado no Grupo de Artilharia de Campanha 1 (GAC1 - Luanda) procura pelos seus camaradas-de-armas - lista dos nomes no sítio da publicação - que prestaram serviço em Onzo - Nambuangongo integrados na Equipa de Transmissões de Artilharia (Bataria 514/GAC1), no período de 1971 a 1972. Com informação

25Ago - Encontros: Almoço Convívio dos ex- Combatentes da Companhia de Caçadores 2605 «EXCELENTE VALOROSO» do Batalhão de Caçadores 2889. Serviu na província ultramarina portuguesa de Angola, em Massau e Piri, no período de 1969 a 1971, vai realizar-se na Mealhada, no dia 26 de Setembro de 2015. Informação de Agostinho Pais

25Ago - Encontros: Almoço Convívio da Companhia de Comando e Serviços (CCS) do Batalhão de Caçadores 4215/73 «DUROS QUANTO JUSTOS». Serviu na província ultramarina portuguesa de Moçambique, em Chicoa, Changara e Xai-Xai, no período de 1973 a 1975, vai realizar-se em Valdonas (Tomar), no dia 10 de Outubro de 2015. Informação de Fernando Lopes Domingos Dias

23Ago - Encontros: Almoço Convívio do Batalhão de Caçadores 505 «UNIDOS VENCEREMOS». Serviu na província ultramarina portuguesa de Angola, no período de 1963 a 1965, vai realizar-se em Pombal, no dia 26 de Setembro de 2015. Informação de Orlando da Piedade Lopes

22Ago - Homenagem: Ponte de Lima - 52 Heróis Limianos da Guerra do Ultramar - 4.ª Homenagem Concelhia, dia 29 de Agosto de 2015, pelas 10 horas. Imagem cedida por Júlio Pinto

22Ago - Nota de óbito: Faleceu, no dia 20 de Agosto de 2015, Luís António de Moura Casanova Ferreira, Coronel de Infantaria. Serviu nas províncias ultramarinas portuguesas de Moçambique e Guiné. Que a sua Alma descanse em Paz. Elementos cedidos por um colaborador do portal UTW

22Ago - Monumentos aos Combatentes, Memoriais e Campas: Matosinhos - José André Gonçalves de Oliveira, 1.º Sargento, nascido no dia 14 de Agosto de 1932, na freguesia e concelho de Matosinhos, mobilizado para servir na província ultramarina portuguesa de Angola, integrado no Comando da Defesa Marítima do Porto de Santo António do Zaire (CmdDM Sazaire). Faleceu no dia 8 de Fevereiro de 1972.  Está sepultado no cemitério de Vila Franca de Xira. Que a sua Alma descanse em Paz. Imagens cedidas por Alberto Meireles

20Ago - Nota de óbito: Faleceu, no dia 18 de Agosto de 2015, em Vila Real de Santo António, o veterano Luís Oeiras Fernandes, Alferes Mil.º de Artilharia. Mobilizado pelo Regimento de Artilharia Ligeira 5 (Penafiel) para servir na província ultramarina portuguesa de Moçambique integrado na Companhia de Artilharia 2369 do Batalhão de Artilharia 2846 «FORTES E CORAJOSOS», no período de 1968 a 1970. Que a sua Alma descanse em Paz. Informação do seu camarada e amigo Luís Pinto Coelho, Alferes Mil.º Sapador de Infantaria do BCac18

20Ago - Procura: Leonor Fineza, da Ribeira Brava (Ilha da Madeira), procura pelo veterano José Luís de Abreu, nascido em 5 de Setembro de 1950, filho de José de Abreu e de Maria Margarida de Jesus Teresa, mobilizado para servir na província ultramarina portuguesa de Angola integrado no Regimento de Infantaria 21 (Nova Lisboa), após a passagem à disponibilidade, em Março de 1975, ficou a residir em Moçâmedes (Angola). Antes da mobilização residia no Sítio da Bica de Pau, Tábua, Ribeira Brava (Ilha da Madeira).

20Ago - A História do Esquadrão de Cavalaria 253 «NA GUERRA CONDUTA MAIS BRILHANTE» do Grupo de Cavalaria 345. Serviu na província ultramarina portuguesa de Angola, no período de 4 de Dezembro de 1961 a 22 de Fevereiro de 1964. Elementos cedidos por um colaborador do portal UTW

19Ago - Monumentos aos Combatentes, Memoriais e Campas: Freguesia de Vila Cova de Carros (Paredes) - José Fernando da Silva Teixeira, Soldado Condutor n.º 06975667, nascido no dia 5 de Junho de 1946, em Bairro, freguesia de Vila Cova de Carros, concelho de Paredes, mobilizado pelo Regimento de Artilharia Pesada 2 para servir na província ultramarina portuguesa de Moçambique integrado na Companhia de Artilharia 2373 do Batalhão de Artilharia 2847 «QUEM OUSA VENCE». Faleceu no dia 21 de Junho de 1969. Tinha 23 anos de idade. Está sepultado no cemitério de Castelões de Cepeda, concelho de Paredes. Que a sua Alma descanse em Paz. Com a devida vénia, imagem de Eduardo Lopes extraída do facebook

19Ago - Monumentos aos Combatentes, Memoriais e Campas: Freguesia de Lijó (Barcelos)- António do Vale Leiras, 1.º Cabo Atirador Pisteiro n.º 13446269, nascido em Paredes, freguesia de Lijó, concelho de Barcelos, mobilizado pelo Regimento de Infantaria 2 para servir na província ultramarina portuguesa de Angola integrado na Companhia de Caçadores 2606 do Batalhão de Caçadores 2889. Tombou em combate no dia 13 de Agosto de 1971. Está sepultado no cemitério da freguesia da sua naturalidade. Que a sua Alma descanse em Paz. Com a devida vénia, imagem extraída do facebook do sítio de Marques Joaquim

19Ago - Monumentos aos Combatentes, Memoriais e Campas: Freguesia de Vreia de Jales (Vila Pouca de Aguiar) - José Joaquim Lopes Serralheiro, Soldado Condutor n.º 07552269, natural de Quintã de Jales, freguesia de Vreia de Jales, concelho de Vila Pouca de Aguiar, mobilizado pelo Regimento de Infantaria 2 para servir na província ultramarina portuguesa de Angola integrado na Companhia de Caçadores 2606 do Batalhão de Caçadores 2889. Faleceu no dia 15 de Agosto de 1971. Está sepultado no cemitério da localidade de nascimento. Que a sua Alma descanse em Paz. Com a devida vénia, imagem extraída do facebook do sítio de Marques Joaquim

19Ago - Notícia: "Flavienses procuram cada vez mais as Termas de Chaves para relaxamento", in Diário atual (19Ago2015) - ... que nos permitem ter programas específicos e apetecíveis a preços convidativos. Possuímos, igualmente, protocolos para a frequência de termalismo terapêutico e de bem estar-termal, estabelecidos com entidades tais como Liga dos Combatentes, Cruz Vermelha Portuguesa ...

19Ago - Monumentos aos Combatentes, Memoriais e Campas: Freguesia de Alhandra (Vila Franca de Xira): Tenente-Coronel José Eugénio Borges, mobilizado pelo Regimento de Infantaria 1 para servir na província ultramarina portuguesa de Angola como comandante do Regimento de Infantaria 22. Faleceu no dia 10 de Novembro de 1961. Está sepultado no cemitério da Figueira da Foz. Que a sua Alma descanse em Paz. Imagens cedidas por Alberto Meireles

19Ago - Livro: "Quarenta anos mais tarde...", autor: Filipe Viegas. Serviu na província ultramarina portuguesa de Angola, no período de 04 de Dezembro de 1961 a 22 de Fevereiro de 1964, integrado no Esquadrão de Cavalaria 253 do Grupo de Cavalaria 345. Em 09Jun2011, na biblioteca D. Francisca de Aragão (Quarteira) - excerto: «O Sr. Filipe Viegas, a convite da professora Fernanda Fraga e da turma 6º F, esteve hoje connosco, na Biblioteca, numa sessão em que apresentou, com muita simplicidade e emoção, este seu livro recentemente editado (Novembro de 2010).» ... «Estiveram presentes nesta sessão as turmas 6º F, cujos alunos leram a obra no âmbito do Plano Nacional de Leitura, e 5º D, que foi também convidada a participar, com a professora Ana Cristina Silva.». Com a devida vénia, elementos extraídos do facebook de Ultramar.Naveg e "Biblioteca Escolar D. Dinis"

19Ago - Procura: O veterano Mário Alcides da Silva Pinto que no período de 30 de Agosto de 1966 a 21 de Novembro de 1968 serviu na província ultramarina portuguesa de Angola integrado no Batalhão de Caçadores 1892 «RAPOSAS», procura pelos seus camaradas-de-armas residentes na região do Porto para o auxiliarem com o seu testemunho sobre o problema que contraiu durante a Guerra do Ultramar, já que vai ser presente a uma Junta Médica, que terá lugar na cidade do Porto.

19Ago - Procura: O veterano Eduardo Garcia Fernandes "GARCIA" que no período de 1963 a 1965 serviu na província ultramarina portuguesa de Angola integrado na Companhia de Caçadores 415 procura pelo seu camarada-de-armas José João Fialho da Silva, Furriel Mil.º, natural da Praia da Areia Branca, da freguesia e concelho da Lourinhã. A última residência conhecida era em Lisboa, na Rua Coronel Ribeiro Viana

19Ago - Notícia: LIGA DOS COMBATENTES DE BEJA PROMOVE VISITA AO MUSEU MILITAR DE ELVAS. O Núcleo de Beja da Liga dos Combatentes, com o apoio da Câmara Municipal de Beja, vai realizar no próximo dia 05 de Setembro, um passeio convívio ao Museu Militar de Elvas, com partida de Beja a partir das 07H00....

17Ago - Nota de óbito: Faleceu o veterano Victor Manuel Santos Torres Silva, Coronel de Artilharia. Comandou a Companhia de Caçadores 618, na Guiné. Que a sua Alma descanse em Paz. Elementos cedidos por um colaborador do portal UTW

17Ago - Criado o sítio da: Companhia de Caçadores 1740 «CUMPRIR PARA VENCER». Mobilizada pelo Batalhão Independente de Infantaria 19 para servir na província ultramarina portuguesa de Angola, no período de 1967 a 1969. Com a devida vénia, as imagens constantes no sítio forma extraídas do facebook de Emanuel Correia, Maurílio Almeida e Victor Delgado e Silva, e o apoio de um colaborador do portal UTW

16Ago - Livro: "Guerra e Paz - Portugal / Angola 1961-1974" - autor: Willem S. van der Waals. «A Guerra de Angola é considerada a mais sangrenta sublevação contra o colonialismo na história de África a sul do Sara.Evoluiu para um conflito que Portugal acabaria por perder, não no campo de batalha, mas no coração dos seus próprios cidadãos. Depois de uma guerra exaustiva que se arrastou durante treze anos, e perante os constantes revezes sofridos nos seus outros dois territórios africanos dilacerados pela guerra, Portugal, de nervos em franja, acabaria por se auto-infligir o golpe de misericórdia. O novo governo de Portugal viria a perder o controlo sobre o processo de descolonização de Angola, resultando daí uma sangrenta guerra civil e um dos conflitos mais preocupantes da Guerra Fria no Terceiro Mundo, que se arrastaria até 2002.». Elementos e imagens cedidas por um colaborador do portal UTW

16Ago - Monumentos aos Combatentes, Memoriais e Campas: Freguesia do Entroncamento: Henrique Alfaro Marques dos Santos, Furriel Mil.º de Cavalaria n.º 07791766, nascido na freguesia e concelho do Entroncamento, mobilizado pelo Regimento de Cavalaria 7 para servir na província ultramarina portuguesa de Moçambique integrado na Companhia deCavalaria 2415. Tombou em combate no dia 5 de Maio de 1969. Foi sepultado no cemitério de Lione, em Moçambique (Niassa), seis meses depois, os seus restos mortais foram trasladados para Portugal e ficou sepultado no cemitério da freguesia de Alhandra, concelho de Vila Franca de Xira. Que a sua Alma descanse em Paz. Imagens cedidas por Alberto Meireles

15Ago - Decorridos cerca de 12 dias sobre o apelo aos Veteranos da Guerra do Ultramar - PONTO DE SITUAÇÃO «Marcelino da Mata - o dever de ajudar um Herói de Portugal» - "O verdadeiro dever de memória, para além de fantasias, é transmitir aos mais novos o culto e amizade pelos heróis da Pátria", in fórum dos Veteranos da Guerra do Ultramar

15Ago - Encontros: Imagens do 12.º Encontro Convívio do Batalhão de Artilharia 6220/74. Serviu na província ultramarina portuguesa de Angola (Cabinda), no período de 1974 a 1975, realizado no dia 18 de Julho de 2015, em Lorvão (Penacova). Imagens cedidas pelo veterano Domingos Gonçalves.

14Ago - Encontros: Almoço Convívio de ex- Combatentes da Aldeia de João Pires que serviram nas províncias ultramarinas portuguesas no período da Guerra do Ultramar, vai realizar-se na Aldeia de João Pires (Penamacor), no dia 5 de Setembro de 2015. Informação de José Luís Passos

14Ago - Encontros 20.º Convívio e Comemoração do 40.º Aniversário do Regresso da Companhia de Polícia Militar 8246, serviu na província ultramarina portuguesa de Angola, no período de 1973 a 1975, vai realizar-se em Almada, no dia 3 de Outubro de 2015. Informação de João José Rodrigues

12Ago - Alteração do local do Almoço: Encontros: Almoço Convívio e Comemoração do 46.º Aniversário do Regresso da Companhia de Artilharia 1741. Serviu na província ultramarina portuguesa de Angola (Luso - ZIL), no período de 1967 a 1969, vai realizar-se em Vila Verde, no dia 3 de Outubro de 2015. Informação de Carlos S. Pereira

11Ago - Monumentos aos Combatentes, Memoriais e Campas: Carlos Alberto dos Santos Pereira, Alferes Mil.º Atirador, natural da freguesia de São Sebastião da Pedreira, concelho de Lisboa, mobilizado pelo Regimento de Artilharia Pesada 2, para servir na província ultramarina portuguesa de Angola, integrado na Companhia de Artilharia 491. Faleceu no dia 29 de Novembro de 1963. Está sepultado no cemitério da Vila de Alhandra, concelho de Vila Franca de Xira. Que a sua Alma descanse em Paz. Imagem cedida por Alberto Meireles

11Ago - Monumentos aos Combatentes, Memoriais e Campas: Joaquim Tomaz Francisco Teles, Soldado Atirador n.º 07190565, natural da freguesia de Alverca do Ribatejo, concelho de Vila Franca de Xira, mobilizado pelo Regimento de Infantaria 1 para servir na província ultramarina portuguesa de Angola integrado na Companhia de Caçadores 1490 do Batalhão de Caçadores 1874. Tombou em combate no dia 1 de Março de 1966. Está sepultado no cemitério da freguesia da sua naturalidade. Que a sua Alma descanse em Paz. Imagem cedida por Alberto Meireles

11Ago - Publicação: "Uma mina fez-nos voar 20 metros" - Andámos três dias à procura do avião que se tinha despenhado. Por Ana Maria Ribeiro, in revista "Domingo", do Jornal "Correi da Manhã, de 9 de Agosto de 2015. Elementos cedidos por um colaborador do portal UTW

10Ago - Monumentos aos Combatentes, Memoriais e Campas: Freguesia de Bárrio (Alcobaça) - João Coelho dos Santos, Soldado Pára-Quedista (brevet 7456). Serviu na província ultramarina portuguesa de Moçambique integrado no Batalhão de Caçadores Pára-Quedistas 31. Faleceu no dia 19 de Dezembro de 1971. Tinha 22 anos de idade. Que a sua Alma descanse em Paz. Elementos e imagens cedidas pelo seu camarada-de-armas Carlos Pedro

09Ago - Livros: "Heróis do Ultramar - Histórias de bravura nos campos de batalha da Guerra Colonial" - autor: Nuno Castro. ... é uma colectânea de testemunhos que nos remetem para a complexidade do herói. O autor foi cuidadoso em abrir a paleta de cores à multiplicidade dos actos: o herói mal-amado, o herói incómodo, o herói secundário; o herói lendário, sobre o qual circulam rumores de poderes sobrenaturais; o herói resistente, inquebrantável, que obriga o inimigo a retirar ou a pagar muito caro o seu denodo atacante; o herói de sangue azul; o herói que nunca foi esquecido pelos subordinados. O livro regista esses diferentes momentos de superação individual e inclui mesmo o caso de heróis civis como os de Mucaba....

09Ago - Encontros: Almoço Convívio da 3.ª Companhia do Batalhão de Caçadores 4217, serviu na província ultramarina portuguesa de Moçambique, no período de 1974 a 1975, vai realizar-se em Cantanhede, no dia 19 de Setembro de 2015. Informação de Jorge Correia.

09Ago - Monumentos aos Combatentes, Memoriais e Campas: Cemitério dos Capuchos - Santarém - Militares falecidos no Ultramar, entre 1962 e 1973, que foram inumados no cemitério municipal de Santarém. Elementos cedidos por um colaborador do portal UTW

08Ago - Listagem actualizada em 31Jul2015: Monumento Nacional aos Combatentes do Ultramar - Forte do Bom Sucesso - Lisboa - Portugal. 9273 nomes gravados no Lapidário do Memorial Nacional e, infelizmente, naquele Monumento ainda permanecem omissos 1392 nomes de falecidos

08Ago - Procura: Helena Figueiredo, filha do falecido Furriel Mil.º Guilherme Paulo Gomes Figueiredo, n.º 04393864 [data do falecimento 03Mar1976], que serviu na província ultramarina portuguesa da Guiné, no período de 1966 a 1968, integrado na Companhia de Caçadores 1546 do Batalhão de Caçadores 1887, procura pelos camaradas-de-armas do seu pai. No sítio da publicação existem fotos de camaradas

08Ago - Brasões, Guiões e Crachás: Imagem do distintivo da Companhia de Artilharia 422 «BRAVOS E SEMPRE LEAIS». Serviu na província ultramarina portuguesa de Angola (Região do Uíge - Zalala ), no período de 1963 a 1965. Cedida pelo veterano veterano Aires Azevedo e Sousa

08Ago - Encontros: Convívio da Companhia de Caçadores 4141 «OS GAVIÕES», serviu na província ultramarina portuguesa de Moçambique (Lunho e Malema), no período de 19 de Novembro de 1972 a 30 de Setembro de 1974, vai realizar-se na Póvoa do Varzim, no dia 26 de Setembro de 2015. Informação de Bernardino Peixoto.

06Ago - Procura: O veterano José Cunha, Furriel Mil.º de Artilharia, que no período de Julho a Novembro de 1975 serviu na província ultramarina portuguesa de Angola (Luanda), procura pelos seus camaradas-de-armas da Companhia de Artilharia 6553/74, mobilizados pelo Regimento de Artilharia Ligeira 5

06Ago - Brasões, Guiões e Crachás: Imagem do Crachá da Companhia de Caçadores 3480 do Batalhão de Caçadores 3869. Serviu na província ultramarina portuguesa de Angola, no período de 1972 a 1974. Cedida pelo veterano Amadeu Ferreira

06Ago - Brasões, Guiões e Crachás: Imagem do Crachá da Polícia Aérea do Aeródromo Base 4 - Henrique Carvalho. Serviu na província ultramarina portuguesa de Angola. Imagem extraída do facebook de António Prates da Silva

06Ago - Listagens actualizadas em 31Jul2015: Soldados que Morreram ao Serviço de Portugal 1954 - 1975 - Ainda há 280 mortos-em-campanha cuja naturalidade - decorridos 40 (!) anos, ainda não foi divulgada pelas competentes instâncias oficiais

05Ago - Listagens actualizadas em 31Jul2015: «Militares de Volta» - São 1083, os nossos camaradas-d'armas - de origem metropolitana e insular, falecidos nos teatros-de-operações ultramarinos "Angola, Guiné e Moçambique" -, cujos restos mortais ainda permanecem em solo do então Ultramar Português: Angola: 581, Guiné: 160 e Moçambique: 342

05Ago - Está online a Companhia de Artilharia 422 «BRAVOS E SEMPRE LEAIS». Serviu na província ultramarina portuguesa de Angola (Região do Uíge - Zalala ), no período de 1963 a 1965. Informação do veterano Aires Sousa

05Ago - Monumentos aos Combatentes, Memoriais e Campas: Ataíja de Cima - São Vicente de Aljubarrota (Alcobaça) - Monumento aos Combatentes, inaugurado no dia 17 de Maio de 2015. Com a devida vénia, elementos extraídos do blogue "Ataíja de Cima", de José Quitério

05Ago - Monumentos aos Combatentes, Memoriais e Campas: Santo Amaro - São Roque do Pico - Em memória dos Combatentes da Guerra do Ultramar. Inaugurado no dia 5 de Outubro de 2013. Com a devida vénia, imagens de Urbano Bettencourt, extraídas do grupo "Antigos Combatentes Açorianos", in facebook

05Ago - Monumentos aos Combatentes, Memoriais e Campas: Freguesia da Piedade - Lajes do Pico - Memorial aos Antigos Combatentes. Com a devida vénia, imagem de João Paulino e de Herberto Terra (estas foram extraídas do grupo "Antigos Combatentes Açorianos", in facebook)

05Ago - Monumentos aos Combatentes, Memoriais e Campas: Vila das Aves (Santo Tirso) - Monumento aos Combatentes do Ultramar. Com a devida vénia, imagens de Manuel Augusto Araújo, extraídas do grupo "Antigos Combatentes Açorianos", in facebook

03Ago - Procura: Hermínio Almeida procura pelo ex- militar que tinha como alcunha «PANORA». Serviu na província ultramarina portuguesa de Angola. Em Julho de 1964 estava em Novo Redondo, onde estavam aquarteladas as subunidades: Companhia de Comando e Serviços (CCS) e a Companhia de Cavalaria 432 do Batalhão de Cavalaria 437.

02Ago - Apelo a todos os Veteranos da Guerra do Ultramar e Amigos: «Marcelino da Mata - o dever de ajudar um Herói de Portugal» - "O verdadeiro dever de memória, para além de fantasias, é transmitir aos mais novos o culto e amizade pelos heróis da Pátria", in fórum dos Veteranos da Guerra do Ultramar

02Ago - Alteração do local do encontro: Encontro Convívio do Pelotão de Morteiros 1241, mobilizado pelo Batalhão de Caçadores 10. Serviu Portugal em Angola, no período de 1967 a 1970, vai realizar-se em Marco de Canaveses, no dia 29 de Agosto de 2015. Informação de José Condez

01Ago - Encontros: Encontro Convívio e Comemoração do 41.º Aniversário do Regresso da 3.ª Companhia do Batalhão de Caçadores 5011. Serviu na província ultramarina portuguesa de Moçambique, em Unango, no período de Fevereiro de 1973 a Novembro de 1974, vai realizar-se em Santa Maria da Feira, no dia 31 de Outubro de 2015. Informação de Armando Almeida Fonseca.

01Ago - Monumentos aos Combatentes, Memoriais e Campas: - Ilha de São Jorge (Açores) - Monumento de Homenagem aos Militares naturais da Ilha de São Jorge falecidos na Guerra do Ultramar - (Concelhos da Calheta e de Velas). Inaugurado no 25 de Outubro de 2014

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo