.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

 

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Condecoração

Abílio Pacheco Morgado, Soldado de Artilharia, da CArt1702

 

"Pouco se fala hoje em dia nestas coisas mas é bom que para preservação do nosso orgulho como Portugueses, elas não se esqueçam"

 

Barata da Silva, Vice-Comodoro

 

HONRA E GLÓRIA

 

 

Ab-lio-Pacheco-Morgado-350Abílio Pacheco Morgado

 00-Angola-CZ

Soldado de Artilharia

 

Companhia de Artilharia 1702

 

Angola: 27Mai1967 a 22Jul1969

 

Prémio Governador-Geral de Angola

 

Louvor Individual

 

Abílio Pacheco Morgado, Soldado de Artilharia;


RAl1-1Mobilizado pelo Regimento de Artilharia Ligeira 1 (RAL1 - Sacavém) «EM PERIGOS E GUERRAS ESFORÇADOS» - «NÃO FALTA CERTO NOS PERIGOS» para servir Portugal na Província Ultramarina de Angola;


CArt1702No dia 17 de Maio de 1967, na Gare Marítima da Rocha do Conde de Óbidos, em Lisboa, embarcou no NTT ’Vera Cruz’, integrado na Companhia de Artilharia 1702 (CArt1702), rumo ao porto de Luanda, onde desembarcou no dia 27 de Maio de 1967;


A sua subunidade de artilharia, comandada pelo Capitão Mil.º de Artilharia Gaspar
00-Angola-CZHenrique Brito Cirne de Castro, após o desembarque, foi colocada em Coma; em Fevereiro de 1968, foi transferida para Cacuso; em Maio de 1968 rodou para Malanje, onde se manteve até final da comissão de serviço;


Distinguido com o Prémio Governador-Geral de Angola, publicado no Jornal do Exército n.º 111, página 22, de Março de 1969;


No dia 22 de Julho de 1969, embarcou no NTT ‘Vera Cruz’ de regresso à Metrópole.

-----------------------

Prémio Governador-Geral de Angola

 

00-Angola-CZSoldado de Artilharia
Abílio Pacheco Morgado
 

CArt1702 – RAL1
Angola


Prémio Governador-Geral de Angola


Publicado no Jornal do Exército n.º 111, página 22, de Março de 1969


Por ter revelado coragem e sangue-frio dignos de realce, qualidades especialmente demonstradas quando no decorrer duma emboscada sofrida pelo grupo de que fazia parte como atirador da metralhadora, conseguiu obter o melhor rendimento possível do seu fogo apesar de constantemente alvejado pelo inimigo, contribuindo eficazmente para que este fosse obrigado a retirar sem conseguir qualquer resultado apesar da sua localização vantajosa em relação às Nossas Tropas.
 

 je111-pag22-Mar1969

 

 Ab-lio-Pacheco-Morgado-920

 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo

n="center">