.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

 

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Condecorações

Joaquim Repolho Carnide, Soldado Atirador de Cavalaria, n.º 1020/61, do ECav295/GCav345

 

"Pouco se fala hoje em dia nestas coisas mas é bom que para preservação do nosso orgulho como Portugueses, elas não se esqueçam"

 

Barata da Silva, Vice-Comodoro

 

HONRA E GLÓRIA

Elementos cedidos por um colaborador do portal UTW

 

 

Joaquim-Repolho-Carnide-350CG-4-Classe-350Joaquim Repolho Carnide

 

Soldado Atirador Explorador, n.º 1020/61


Esquadrão de Cavalaria 295
«EU QUERO»


Grupo de Cavalaria 345
«NA GUERRA CONDUTA MAIS BRILHANTE»


Angola: 04Dez1961 a 15Mar1962 (data do falecimento)
 

Cruz de Guerra de 4.ª classe

(Título póstumo)

 

Louvor Individual

(Título póstumo)

 

Para visualização dos conteúdos clique nos sublinhados existentes no texto que se segue:

 

 

Joaquim Repolho Carnide, Soldado Atirador de Cavalaria, n.º 1020/61, natural da freguesia de Souto da Carpalhosa, concelho de Leiria, filho de José Carnide e de Ermelinda de Jesus Repolho, solteiro;


RC3Mobilizado pelo Regimento de Cavalaria 3 (RC3 – Estremoz) «DRAGÕES DE OLIVENÇA» - «…NA GUERRA CONDUTA MAIS BRILHANTE» para servir Portugal na Província Ultramarina de Angola;


ECav295No dia 24 de Novembro de 1961, na Gare Marítima da Rocha do Conde de Óbidos, em Lisboa, embarcou no NTT ‘Angola’, integrado no Esquadrão de Cavalaria 295 (ECav295) «EU QUERO» do Grupo de Cavalaria 345 (GCav345) «…NA GUERRA CONDUTA MAIS BRILHANTE», rumo ao porto de Luanda, onde desembarcou no dia 4 de Dezembro de 1961;GCav345-1

07-GCav345A sua subunidade de cavalaria, comandada pelo Capitão de Cavalaria Rui Mamede Monteiro Pereira, foi colocada em Bessa Monteiro;


Na 6.ªfeira, dia 16 de Fevereiro de 1962, patrulha das Nossas Tropas atacada pela UPA, na picada Quibona a 4km do cruzamento para Balacende, ferido com gravidade e evacuado via rodoviária para o Hospital Militar 124 (HM124 - Luanda), dali para o Hospital Militar Principal (HMP - Estrela), onde no dia 15 de março de 1962 veio a falecer.

 

Está inumado no cemitério da freguesia de Ortigosa, concelho de Leiria.


Paz à sua Alma


CG-4-Classe-350Louvado, a título póstumo, por feitos em combate na Província Ultramarina de Angola, por despacho do General Comandante da Região Militar de Angola, de 6 de Abril de 1962, publicado na Ordem de Serviço n.º 29, de 11 do mesmo mês e ano, do Quartel-General da Região Militar de Angola, transcrito na Ordem de Serviço n.º 70, de 17 de Abril de 19621, do Grupo de Cavalaria 345 e na Revist da Cavalaria do ano de 1963, páginas 120 e 121;


Agraciado com a Medalha da Cruz de Guerra de 4.ª classe, a título póstumo, por despacho Comandante-Chefe das Forças Armadas de Angola, de 17 de Junho de 1963, publicado na Ordem do Exército n.º 23 – 3.ª série, de 20 de Agosto de 1963

-------------------------

O seu nome encontra-se gravado numa das lápides, onde constam os nomes de todos os Combatentes naturais do concelho de Leiria que tombaram em África entre 1961 e 1974:

 

 L-pide-10-Jun2008-Leiria

 

-------------------------

 

Cruz de Guerra de 4.ª classe

(Título póstumo)

 

CG-4-Classe-700Soldado de Cavalaria n.º 1020/61
JOAQUIM REPOLHO CARVIDE
 

ECav295/GCav345 - RC3
ANGOLA


4.ª CLASSE (Título póstumo)


Transcrição do Despacho publicado na Ordem do Exército n.º 23 – 3.ª série, de 20 de Agosto de 1963.


Que, por despacho de 17 de Junho de 1963 do Comandante-Chefe das Forças Armadas de Angola, foi condecorado, a título póstumo, com a Medalha da Cruz de Guerra de 4.ª classe, nos termos do artigo 12.º do Regulamento da Medalha Militar, verificadas as condições do parágrafo 1.º do artigo 10.º do mesmo Regulamento:


O Soldado n.º 1020/61, Joaquim Repolho Carvide, do Esquadrão de Cavalaria 295 do Grupo de Cavalaria 345, do Regimento de Cavalaria 3.


Transcrição do louvor que originou a condecoração.


(Despacho de 06 de Abril de 1962, do General Comandante da Região Militar de Angola, publicado na Ordem de Serviço n.º 29, de 11 do mesmo mês e ano, do Quartel-General da Região Militar de Angola, e transcrito na Ordem de Serviço n.º 70, de 17 de Abril de 19621, do Grupo de Cavalaria 345):


Louvado, a título póstumo, o Soldado de Cavalaria n.º 1020/61, Joaquim Repolho Carnide, do Esquadrão de Cavalaria 295, porque, no dia 27 de Janeiro, quando o seu Esquadrão marchava sobre um acampamento terrorista na região de Quidilo, ao ser ferido mortalmente um guia nativo, imediatamente e por iniciativa própria, tomou o seu lugar na frente da coluna, prosseguindo na marcha, no que revelou qualidades de desembaraço e serena valentia, de que aliás sempre dera provas de possuir através da sua actuação nas acções em que tomara parte.


Este soldado, que vinha do antecedente sendo notado por estar sempre presente nas situações de perigo, foi ferido no dia 16 de Fevereiro de 1962 quando perseguia o inimigo, tendo juz a ser apontado como exemplo vivo das excepcionais qualidades rácicas do Soldado Português.

-------------------------

Notícia:

 

Partida do Grupo de Cavalaria 345, no dia 24 de Novembro de 1961

 

Clique na imagem que se segue para ampliação

 DL13991-pag7-24-Nov1961


 

 Joaquim-Repolho-Carnide-920

 

 

 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo