.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

 

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Condecorações

João de Jesus Belchior, 1.º Cabo de Cavalaria, n.º 1135/61, do ECav295/GCav345

 

  "Pouco se fala hoje em dia nestas coisas mas é bom que para preservação do nosso orgulho como Portugueses, elas não se esqueçam"

 

Barata da Silva, Vice-Comodoro

 

HONRA E GLÓRIA  

 

 

Jo-o-de-Jesus-Belchior-350CG-4-Classe-350João de Jesus Belchior

 

1.º Cabo de Cavalaria, n.º 1135/61

 

Esquadrão de Cavalaria 295

«EU QUERO»

 

Grupo de Cavalaria 345

«...NA GUERRA CONDUTA MAIS BRILHANTE»

 

Angola: 04Dez1961 a 22Fev1964

 

Cruz de Guerra de 4.ª classe

 

Louvor Individual

 

Para visualização dos conteúdos clique em cada um dos sublinhados existentes no texto que se segue:

 

João de Jesus Belchior, 1.º Cabo de Cavalaria, n.º 1135/61;


RC3-2Mobilizado pelo Regimento de Cavalaria 3 (RC3 – Estremoz) «DRAGÕES DE OLIVENÇA» - «…NA GUERRA CONDUTA MAIS BRILHANTE» para servir Portugal na Província Ultramarina de Angola;


No dia 24 de Novembro de 1961, na Gare Marítima da Rocha do Conde de Óbidos, em Lisboa, embarcou no NTT ‘Angola’, integrado no Esquadrão de Cavalaria 295 (ECav295) «EU QUERO» do Grupo de Cavalaria 345 «…NA GUERRA CONDUTA MAIS BRILHANTE», rumo ao porto de Luanda, onde desembarcou no dia 4 de Dezembro de 1961;


ECav295A sua subunidade de cavalaria, comandada pelo Capitão de Cavalaria Rui Mamede Monteiro Pereira, aquartelou em Bessa Monteiro; em 3 de Março de 1962 ocupou a Fazenda São Pedro;
BCav345-1em 5 de Junho de 1962 rodou para Calambata; em 9 de Maio de 1963 foi transferida para Pereira de Eça;


Louvado por feitos em combate no teatro de operações
BCav345de Angola, por despacho General Comandante da Região Militar de Angola, de 28 de Maio de 1963, publicado na Ordem de Serviço n.º 45, de 31 de Maio de 1963, do Quartel General da Região Militar de Angola, na Ordem de Serviço n.º 127, de 1963, do Esquadrão de Cavalaria 345, e na Revista da Cavalaria do ano de 1963, páginas 110 e 111;


Agraciado com a Medalha da Cruz de Guerra de 4.ª classe, por dspacho de 17 de Junho de 1963, do Comandante-Chefe das Forças Armadas de Angola, publicado na Ordem do Exército n.º 33 – 3.ª série, de 20 de Agosto de 1963;


Em 22 de Fevereiro de 1964, no porto de Moçâmedes, embarcou no NTT ‘Vera Cruz’ de regresso à Metrópole, onde
desembarcou no dia 2 de Março de 1964.

 

Cruz de Guerra de 4.ª classe

 

CG-4-Classe-7001.º Cabo de Cavalaria, n.º 1135/61
JOÃO DE JESUS BELCHIOR
 

ECav295/GCav345 - RC3
ANGOLA


4.ª CLASSE


Transcrição do Despacho publicado na Ordem do Exército n.º 33 - 3.ª série, de 20 de Agosto de 1963.


Que por despacho de 17 de Junho de 1963, do Comandante-Chefe das Forças Armadas de Angola, foi condecorado com a Medalha da Cruz de Guerra de 4.ª classe, nos termos do artigo 12.º do Regulamento da Medalha Militar, verificadas as condições do parágrafo 1.º do artigo 10.º do mesmo Regulamento:


O 1.º Cabo n.º 1135/61, João de Jesus Belchior, do Esquadrão de Cavalaria 295 do Grupo da Cavalaria 345, do Regimento de Cavalaria 3.


Transcrição do louvor que originou a condecoração.


(Despacho de 28 de Maio de 1963, do General Comandante da Região Militar de Angola, publicado na Ordem de Serviço n.º 45, de 31 do mesmo mês e ano, do Quartel-General da Região Militar de Angola e Ordem de Serviço n.º 127, de 1963, do Esquadrão de Cavalaria 345):


Louvado o 1.º Cabo de Cavalaria n.º 1135/61, João de Jesus Belchior, porque, durante o período de permanência do Esquadrão de Cavalaria 345 no Norte de Angola, nomeadamente nas regiões de Bessa Monteiro e de São Salvador, entre 19 de Janeiro de 1962 e 30 de Abril de 1963, se destacou pelo seu desembaraço, espírito de sacrifício, sangue-frio, coragem e serena energia, largamente demonstrados ao longo de inúmeras acções de guerra em frente do inimigo.


Salienta-se em especial o seu comportamento na operação "Mata Sanga", em 17 de Abril de 1962, na região de Bessa Monteiro, ao comandar, voluntariamente, uma secção que envolveu, debaixo de fogo, uma posição inimiga; a sua destacada acção na operação "Seke", quando do ataque ao quartel terrorista de M'Pambala e na subsequente perseguição do inimigo; e, ainda, a sua comparticipação nas operações "Fim de Semana", "Monte Cubata" e "Capitão Godinho", em que o inimigo se mostrou particularmente aguerrido.


Para além do seu notável comportamento em campanha, este graduado impôs-se, ainda, à especial consideração dos seus superiores e estima dos seus camaradas, pelas suas óptimas qualidades morais e de trabalho.


Assim, o 1.º Cabo Belchior, pelo conjunto de qualidades militares que nele se cruzam e pelo seu notável comportamento em frente do inimigo, é digno de ser apontado como exemplo das ancestrais qualidades do Soldado Português.

 

-------------------------

Notícia:

 

Partida do Grupo de Cavalaria 345, no dia 24 de Novembro de 1961

 

Clique na Imagem que se segue para ampliação

 DL13991-pag7-24-Nov1961

-------------------------

Notícia:

 

Regresso do Grupo de Cavalaria 345, no dia 2 de Março de 1964

 

Clique na imagem que se segue para ampliação

 Regresso-BCav345-DL14803-02-Mar1964-pag8

 

 

 Jo-o-de-Jesus-Belchior-920

 

 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo