.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Memoriais

Monumentos aos Combatentes, Memoriais e Campas

 

Monumentos aos Combatentes e Campas

Em memória daqueles que tombaram em defesa de

Portugal na Guerra do Ultramar

 

Alcobaça

 

Para visualização dos conteúdos clique em cada um dos sublinhados

 

Listagem dos mortos naturais do concelho de Alcobaça

 

 

 

São Martinho do Porto

 

Texto e imagens cedidas por José Marcelino Martins
 

«Aqui estão sepultados soldados portugueses que em momentos difíceis serviram a nossa Pátria»

 

Terra muito antiga, teve Carta de Foral em 1257, que lhe foi concedida pelo 12.º Abade do Convento de Alcobaça, D. Frei Estêvão Martins, quando em Portugal reinava o rei D. Afonso III.

A sua baía, encastrada entre a Serra da Pescaria e a Serra do Bouro, sempre foi um porto de mar e um porto de abrigo, onde se desenvolveu a pesca e a construção naval.

Um bom porto de abrigo é, necessariamente! E é grato saber isso.

Quando por lá passei, estava colocada a meia a bandeira da Liga dos Combatentes, hasteada junto a um “Memorial ao Combatente”. Alguém da terra tinha “regressado para ficar” para sempre!

São Martinho do Porto. Memorial ao combatente.

© Foto de José Martins – 9/Julho/2010

Memorial discreto, como discreto é o local onde se encontra. Está situado junto a uma das entradas do cemitério local.

Quatro cubos, “empilhados assimetricamente”, ali colocados pela iniciativa conjunta do Núcleo de Alcobaça da Liga dos Combatentes e da Junta de Freguesia de São Martinho do Porto, em 10 de Outubro de 2009, recorda que este país, que é o nosso Portugal, tem um “povo” que sempre soube responder presente, quando a Pátria os chamou, quando deles necessitava, deixando os campos e as fábricas, os escritórios e as escolas, cerrando fileiras em torno da Bandeira.

2.º Cubo superior do memorial. Numa simples frase, uma verdade com séculos.

© Foto de José Martins – 9/Julho/2010

 

No interior do Campo Santo, nos locais de “descanso eterno” há, pelo menos, duas placas funerárias, de dois camaradas nossos, um que tombou em África e um outro que, regressado à sua terra, trabalhou e entregou o corpo à terra onde nasceu:

 

Amândio Riqueza Antunes e António de Sousa Pereira Santos

 

 

 

Nesta terra – São Martinho do Porto – terra simples e genuína, que ostenta no seu nome o nome do Santo que, num dia de invernia e como conta a história, dividiu o seu manto de militar com um pobre desvalido, num gesto de fraternidade, não pode deixar de ser um local de solidariedade, para se viver, hoje ou até à eternidade!

 

São Martinho do Porto. Memorial ao combatente.

“À sua Memória, a nossa Homenagem”

© Foto de José Martins – 9/Julho/2010


O seu nome será sempre lembrado com amor, e se foi grande as saudades que vos deixou, devemos esperar que seja, incomparavelmente, maior a paz em que descansa.
Saiu da vida, mas não da nossa vida, como poderíamos acreditar que morreu, quem tão vivo está nos nossos corações
”.

Santo Agostinho

 

José Marcelino Martins

10Jul2010

 

--------------------------------------------

 

Fonte: http://s-martinho-do-porto.blogspot.com/2009/10/monumento-aos-ex-combatentes.html

 

Memorial ao Combatente

 

"Aqui estão sepultados soldados portugueses que em momentos difíceis serviram a nossa Pátria"

 

No passado dia 10 de Outubro, inserido no 12º Convívio Anual dos Ex Combatentes do Ultramar da freguesia de São Martinho do Porto, foi inaugurado um monumento na entrada do cemitério em homenagem aos Ex Combatentes.

Foi uma cerimónia simples, mas com muito significado, pois irá perpetuar todos os que serviram a sua Pátria durante vários meses da sua juventude.

Ernesto Feliciano

 

 

 

Fonte: http://s-martinho-do-porto.blogspot.com/2008/11/homenagem-da-liga-dos-combatentes.html

 

Homenagem da Liga dos Combatentes - Núcleo de Alcobaça

 

Amândio Riqueza Antunes

 

Inserido no Convívio Anual dos Ex Combatentes do Ultramar de São Martinho do Porto, realizado no passado dia 11/10/2008, foi prestada homenagem pela Liga dos Combatentes - Núcleo de Alcobaça, ao soldado Amândio Riqueza Antunes, que faleceu em Angola, no cumprimento do seu dever para com a Pátria em 30/10/1971.

Ernesto Feliciano

 

Soldado de Infantaria, mobilizado pelo Regimento de Infantaria 2 para servir na RMA, integrado na Companhia de Caçadores 2697 do Batalhão de Caçadores 2911.

Natural de Venda Nova, freguesia de São Martinho do Porto, concelho de Alcobaça, faleceu no cumprimento do seu dever para com a Pátria, em Angola, em 30 de Outubro de 1971

 

 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo