.

 

Início O Autor História A Viagem Moçambique Livros Notícias Procura Encontros Imagens Mailing List Ligações Mapa do Site

Share |

Brasões, Guiões e Crachás

Siga-nos

Fórum UTW

Pesquisar no portal UTM

Livros

 

José Lemos Vale

 

José Manuel Lemos Vale d’Ovelha, nasceu em Évora a 25 de Novembro de 1950 e reside na Freguesia de S. Martinho do Bispo, em Coimbra.

 

 Cursou Psicologia do Desenvolvimento, na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra, com o Estatuto de Trabalhador-Estudante. (1988/1993. Em 2009 obteve o Certificado de Aprovação em Psicologia Clínica, emitido pela ABED- Brasil.

 

Desenvolvendo actividades na área do Voluntariado Humanitário, foi distinguido em 2001, pela A.M.I. (Assistência Médica Internacional) como Voluntário contra a Intolerância e a Indiferença.

 

É adepto do imperativo categórico Kantiano que, apelando para uma moral com princípios éticos universalizáveis, só acolhe as doutrinas políticas que incluam os ideais de liberdade humana e se centrem nas questões de justiça social.

 

Foi Enfermeiro de Combate, na Guerra do Ultramar, integrado na CART 3505 que actuou em Diaca, Distrito de Cabo Delgado, no Norte de Moçambique, desde Janeiro de 1972 a Junho de 1974.

 

É autor do Livro “Guerra Colonial: As Razões de Salazar” publicado em 2009 pela Editora Fonte da Palavra, em Lisboa.

 

 

"Guerra Colonial - As Razões de Salazar"

 

Título: Guerra Colonial: As Razões de Salazar

Autor: José Lemos Vale
Preço: 16,00 €
ISNB: 989-667-000-9

Durante quase catorze anos a Guerra Colonial foi o Vietname português. O que esteve na base deste conflito? O desejo de independência das Colónias Portuguesas, o combate contra o expansionismo comunista da União Soviética ou a oposição à cobiça da América do Norte pelas riquezas da ex-África Portuguesa?

Foi perante estas três ameaças que Salazar emitiu, em Março de 1961, a célebre ordem: "rapidamente e em força para Angola", território imolado pelo traiçoeiro e hediondo massacre de milhares de colonos brancos, homens, mulheres e crianças.

Salazar, cujo pensamento e acção políticas tinham como aspecto marcante, a ideologia colonial portuguesa, mesmo sozinho, face à nulidade da Aliança Luso-Britânica e perante a hipocrisia Norte Americana relativamente aos colonialismos, enfrentou o terrorismo internacional e...mandou-nos à guerra!

Neste livro, faço um recuo à época do Estado Novo para encontrar uma maior legitimação para o pensamento de Salazar em relação ao Ultramar Português e à guerra colonial.

Numa segunda parte descrevo a minha experiência como enfermeiro de combate, em Diaca, Cabo Delgado ao Norte de Moçambique, integrado na CART 3505, terminando com umas palavras de apreço por todos os ex-Enfermeiros Militares que actuaram nas três frentes de guerra (Angola, Moçambique e Guiné) e que com a sua coragem e sentido humanitário contribuíram para que a História de Portugal não vista um luto ainda mais carregado, pelo registo de um maior número de mortos na última guerra de Portugal

 

-------------------------------------------------------------------

 

Dia 24 de Maio de 2009 - 16 horas

 

Lançamento do livro "Guerra Colonial: As Razões de Salazar", de José Lemos Vale

 

Livraria Bertrand, Centro Comercial Dolce Vita, em Coimbra

 

 

 

 

© UTW online desde 30Mar2006

Traffic Rank

Portal do UTW: Criado e mantido por um grupo de Antigos Combatentes da Guerra do Ultramar

Voltar ao Topo